A Microsoft confirmou recentemente que as interrupções de alguns serviços no início de junho foram causadas por ataques cibernéticos.  A big tech detectou “picos de tráfego em alguns serviços que impactaram temporariamente a disponibilidade”.

Felizmente não há evidência de acesso ou comprometimento de dados de clientes, acrescenta o comunicado.

O que aconteceu

  • Após notar algo errado, a Microsoft começou a rastrear uma atividade DDoS pelo agente da ameaça, que se refere como Storm-1359.
  • Por enquanto, a empresa não revelou se conseguiu identificar o responsável pelos ataques. 
  • Vale recordar que o pacote de software 365 da Microsoft, incluindo Teams e Outlook, ficaram inativos por mais de duas horas para milhares de usuários no dia 5 e 6 de junho.
  • Essa foi a quarta interrupção do tipo para a Microsoft em um ano.

O que são ataques DDoS?

Os ataques DDoS funcionam direcionando grandes volumes de tráfego da Internet para servidores direcionados em uma tentativa de derrubá-los do ar.

Leia mais:

publicidade

Microsoft bate R$ 12 tri em valor de mercado com IA

Na última quinta-feira (15), a Microsoft alcançou um feito histórico. A companhia bateu recorde com suas ações graças ao otimismo do mercado com investimentos e boas perspectivas na área IA (inteligência artificial).

O impulso conquistado na Bolsa fez com que o valor de mercado da gigante do Vale do Silício batesse recorde de capitalização, que chegou a bater US$ 2,59 trilhões (R$ 12,45 trilhões).

Com investimentos e forte parceria com a OpenAI, criadora do ChatGPT, a Microsoft é vista no segmento como líder na adoção da tecnologia. O chatbot começou a ser integrado em vários produtos da empresa em pouco tempo, como o Azure, Office 365, o navegador Edge, Bing, Windows 11 e, futuramente, o Windows 12.

Com informações da Reuters

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!