A Ford e a Tesla anunciaram uma parceria para compartilharem estações de carregamento no final de maio. Porém, o CEO da Ford, Jim Farley, mostrou que a amizade com a empresa de Elon Musk não é para tanto. Quando questionado, esnobou o Tesla Cybertruck: “faço caminhonetes para pessoas reais que trabalham de verdade”.

Leia mais:

Distância da Tesla

  • Em maio, a Ford anunciou que passaria a usar as estações de carregamento Supercharger, da Tesla.
  • As estações, porém, têm um modelo de carregador próprio e a Ford terá que adaptar seus veículos para o que a Tesla já faz. Por enquanto, os carros terão de usar adaptadores.
  • Em entrevista à CNBC, Farley quis distanciar as duas empresas e classificou a medida como “oportunista”, já que usaria equipamento da Tesla para aumentar o acesso dos clientes.
  • Além disso, o CEO reforçou como a rede de carregamento da Ford já era extensa.
Estação de carregamento Tesla Supercharger
Ford e Tesla vão dividir as estações de carregamento Supercharger nos Estados Unidos (Imagem: nitpicker/Shutterstock)

Tesla Cybertruck na Ford?

Quando questionado sobre o lançamento do Tesla Cybertruck, que deve chegar a qualquer momento, Jim Farley não se abalou e até esnobou o concorrente.

A realidade é que a América adora um azarão — e somos líderes de mercado em caminhonetes e vans elétricas, conhecemos esses clientes melhor do que ninguém. Se [Elon Musk] quiser projetar um Cybertruck para o pessoal do Vale do Silício, tudo bem. É como um produto legal e sofisticado estacionado em frente a um hotel. Mas eu não faço caminhonetes assim. Eu faço caminhonetes para pessoas reais que trabalham de verdade, e esse é um tipo diferente de caminhonete.

Jim Farley
F-150 será a principal concorrente da Cybertruck da Tesla (Imagem: Divulgação/Ford)

Tesla vs. Ford

Quando for lançado comercialmente em 2024, o Tesla Cybertruck de Elon Musk competirá com a F-150 da Ford, atualmente o carro mais vendido da empresa. Isso inclui a F-150 Lightning, a versão elétrica da picape.

publicidade

Com informações de Electrek e CNBC

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!