Elon Musk recebeu autorização para realizar pesquisas e implantar chip cerebral em humanos
Muito polêmico, um dos homens mais poderosos e ricos do mundo, Elon Musk recebeu autorização da Agência de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos (FDA, na sigla em inglês) para iniciar as pesquisas de implantação de chip cerebral em humanos.

Os estudos eram realizados apenas em animais na empresa Neuralink, pertencente a Elon Musk. Fundada em 2016, a Neuralink é voltada para pesquisas médicas. Seu principal objetivo é a criação do chip cerebral para serem usados futuramente em pessoas. Mas o que é exatamente este implante? Para que serve? Confira, neste artigo!

Leia mais:

Conheça o chip cerebral de Elon Musk

Um dispositivo no cérebro capaz de reprogramar atividades perdidas, fazendo pessoas voltarem a andar e até mesmo a se livrar da depressão. E com tanta tecnologia envolvida, esse chip só poderia ser implantado por mãos robóticas.

publicidade

O tamanho aproximado do chip é equivalente a forma de uma moeda, mas é quase imperceptível. O dispositivo possui uma bateria interna que é carregada sem fio, são 1024 eletrodos são ligados ao cérebro por meio de um robô.

Incrivelmente, o implante é feito por um robô, que é separado em três partes: cabeça, corpo e a base. Curiosamente, a cabeça do robô é parecida com um capacete que, por sua vez, segura a cabeça do paciente.

Além disso, o robô também possui um guia com agulhas cirúrgicas, além de câmeras e sensores internos que mapeiam o cérebro.

Quais as possibilidades que o chip cerebral apresenta?

foto de pessoa na cadeira de rodas
Imagem Freepik

Como de costuma, em seus projetos mais audaciosos, o dono do Twitter, CEO da SpaceX e da Tesla aposta em um grande feito para a humanidade, que aspira resultados dignos de um prêmio Nobel. A tecnologia aplicada através de um implante cerebral seria capaz de fazer downloads das nossas mentes e tratar danos como cegueira e a surdez, uma grande esperança para as pessoas.

Assustadoramente, outra possibilidade também é um download completo de nosso cérebro que poderia ser implantado em alguém ou algum robô. De maneira surreal, o chip cerebral também foi feito para controlar dispositivos eletrônicos complexos para permitir que pessoas com paralisia recuperem suas habilidades motoras e voltem a andar.

As doenças emocionas, como a ansiedade e depressão estão inclusas no implante, de forma que, possam ser curadas com a transmissão de estímulos necessários através do chip. Pacientes com doenças cerebrais degenerativas, como Parkinson e Alzheimer, poderiam obter a cura, através do dispositivo. Incrível, não é mesmo?

A Neuralink já recebeu autorização da Agência de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos (FDA, na sigla em inglês) para começar a realizar pesquisas implantando os chips a partir de 2023.

Dessa forma, a Neuralink já até colocou uma seção em seu site para inscrição de voluntários. Os mesmos precisam atender algumas exigências, como residir nos Estados Unidos, terem mais que 18 anos e apresentarem alguma condição associada ao cérebro. Como o caso de pessoas, com surdez, cegueira e com paralisia.

Elon Musk já fez declarações que ele próprio estará à disposição para receber o implante. E você, colocaria um chip cerebral?

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!