Se o novo lançamento da Citroën passar por você na rua, você com certeza vai reparar. O novo modelo da marca francesa se chama My Ami Buggy e se parece com um buggy de verdade, mas para ser usado nas cidades. O veículo elétrico diferentão fez tanto sucesso que a tiragem limitada, que sai por pouco mais de US$ 13 mil (R$ 62 mil), esgotou em 10 horas.

Leia mais:

Citroën My Ami Buggy

O modelo é baseado no carro elétrico Ami, mas com uma inspiração off-road.

A empresa já havia lançado uma edição limitada na França, com carroceria na cor cáqui e rodas douradas. As 50 unidades acabaram em menos de 18 minutos.

publicidade

Isso fez com que a Citroën decidisse lançar uma nova versão do carro, ainda em edição limitada. O My Ami Buggy foi vendido em 10 países: Reino Unido, França, Itália, Espanha, Bélgica, Grécia, Portugal, Luxemburgo, Marrocos e Turquia.

Buggy da Citroën quer passar uma sensação de aventura, mesmo na cidade (Foto: Stellantis/Reprodução)

Mais informações

  • O My Ami Buggi tem uma bateria de 5,4 kWh, capacidade de rodar até 74 km e uma velocidade máxima de 45 km/h.
  • Apesar de não ser um modelo rápido ou que percorra grandes distâncias, o Citroën funciona bem para pequenas distâncias e mobilidade urbana, já que se encaixa em qualquer lugar.
  • A versão lançada na segunda tiragem segue com a cor cáqui e com as rodas douradas.
  • Para reforçar a ideia de ser um modelo off-road, o My Ami Buggy não tem portas nem janelas, mas uma tampa de plástico removível e um teto de tecido à prova d’água.
Carro não tem porta nem janelas (Foto: Stellantis/Reprodução)

Preço e venda

  • O Citroën My Ami Buggy foi vendido por US$ 13 mil na segunda tiragem, o equivalente a cerca de R$ 62 mil.
  • As vendas online, que começaram em 20 de junho, terminaram em 10 horas: as 800 unidades disponíveis foram compradas.
  • O país que adquiriu o modelo mais rapidamente foi a Bélgica (65 unidades em nove minutos), seguida da França (300 vendas em uma hora).
  • As entregas começam em setembro.

Com informações de Electrek

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!