A Toyota desenvolveu uma bateria de estado sólido com autonomia de 1.200 km e carga completa em 10 minutos. A novidade foi revelada por Keiji Kaita, presidente do centro de pesquisa e desenvolvimento de neutralidade carbônica da empresa, e pode revolucionar o mercado de carros elétricos.

A montadora disse que planeja ainda simplificar a produção de baterias, reduzindo o peso, custo e tamanho “pela metade”.

Vídeo relacionado

As baterias atuais são muito grandes, pesadas e caras, pretendemos reduzir pela metade todos esses fatores

Keiji Kaita, presidente do centro de pesquisa e desenvolvimento de neutralidade carbônica da empresa.

Leia mais:

O que são baterias de estado sólido?

  • Apesar de mais difíceis e caras de produzir, a bateria de estado sólido é vista como o próximo passo na era dos EVs.
  • A bateria de estado sólido (“Solid-state battery”) oferece mais alcance e vida útil (15 anos ou mais) e ainda carregam muito mais rápido.
  • Elas são mais seguras e confiáveis​ que as baterias de íon-lítio (que usam eletrólito à base de líquido).
  • É esperado que a tecnologia comece a chegar aos automóveis a partir de 2024.

Várias startups têm trabalhado para torná-las mais acessíveis e fáceis de produzir, mas até hoje a tecnologia não chegou em nenhum automóvel de passeio. Agora, a Toyota acredita que pode mudar isso.

publicidade

A empresa estima ainda que conseguirá fabricar uma bateria de estado sólido ainda mais avançada com mais de 1.448 km de alcance após 2028, em parte graças a carros mais leves que estarão disponíveis até lá.

Aposta nos carros elétricos

No mês passado, a montadora japonesa também revelou seu novo plano que foca nos EVs, mas mantém os híbridos e veículos a hidrogênio ainda vivos. Parte da estratégia é construir uma arquitetura nova apenas para veículos elétricos que será usada a partir de 2026.

publicidade

Apesar de relutar em abandonar completamente os carros a combustão, a empresa diz que também está preparada para vender apenas carros elétricos na União Europeia a partir de 2035.

Com informações do The Guardian 

publicidade

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!