Entrou em pré-venda nesta sexta-feira (28) a nova versão limitada do PS5 inspirada no Homem-Aranha, em homenagem ao novo game do herói da vizinhança, “Marvel’s Spider-Man 2”.

A nova versão do PS5 traz caixa, console e controle DualSense personalizados, sendo que a carcaça do videogame tem decalque do logo estilizado do super-herói da Marvel. Vale lembrar que a versão limitada possui leitor de disco.

Leia mais:

O design é inspirado pelo simbionte do jogo, dominando o console e o controle, mas ainda podemos ver um pouco do vermelho debaixo dos tentáculos. Isto representa as várias maneiras que os jogadores verão a dominação do simbionte em ‘Marvel’s Spider-Man 2’. É um conflito constante pelo domínio, seja interno ou externo, cujo resultado nunca está claro.

Jacinda Chew, Diretora de Arte Sênior da Insomniac Games, produtora do game

Além de ser estilizada, a versão limitada do PS5 traz, ainda, um voucher com a cópia digital de “Marvel’s Spider-Man 2”, versão Standard, para ser resgatado na PlayStation Store (o game sai em 20 de outubro). Mas a Sony não parou por aí: quem já tem um PS5 e quer dar um look arrojado ao console também pode adquirir as tampas especiais separadamente, bem como o controle DualSense.

publicidade

Confira abaixo imagens do bundle:

Caixa do bundle e dos acessórios em separado (Imagem: Divulgação/Sony)

Uma das tampas estilizadas do PS5 (Imagem: Divulgação/Sony)

Uma das tampas estilizadas do PS5 (Imagem: Divulgação/Sony)

DualSense especial do “Marvel’s Spider-Man 2” (Imagem: Divulgação/Sony)

Confira, abaixo, o vídeo de apresentação da edição especial:

Preço

No Brasil, o bundle, denominado “Marvel’s Spider-Man 2 Limited Edition” custa na faixa dos R$ 4.999,99, valor sugerido pela Sony, enquanto as tampas saem por R$ 399,99. Por fim, o DualSense está estimado em R$ 499,99.

Com informações de PlayStation Blog

Call of Duty segue no PlayStation! Microsoft e Sony anunciam acordo

Sony e Microsoft chegam a um acordo para manter a franquia Call of Duty no PlayStation após a proposta de aquisição da Activision Blizzard.

  • O CEO da Microsoft Gaming, Phil Spencer, afirma que Sony e Microsoft concordaram com um “acordo vinculativo” para manter o Call of Duty no PlayStation.
  • Não está claro imediatamente se este é um acordo de 10 anos, como o que a Microsoft assinou com a Nintendo e outros provedores de nuvem.
  • Isso encerra uma batalha amarga entre as empresas que foi travada tanto em particular quanto publicamente ao longo do último ano, depois que a Microsoft anunciou sua proposta de aquisição da Activision Blizzard em janeiro de 2022.

Leia a matéria completa aqui

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!