Após a absolvição do processo judicial envolvendo Kevin Spacey, o filme “Control” finalmente ganhou previsão de lançamento. Gravado em 2022, o longa foi engavetado em seguida após acusações de assédio e estupro contra o ator.

Com caminho livre, os produtores do longa estão buscando por investidores nos EUA e no Reino Unido em tentativa de agendar o lançamento para dezembro, segundo o TriCoast Worldwide.

Leia mais:

É um ótimo filme, com um ótimo roteiro e muito bem dirigido. O desempenho de Kevin Spacey é incrível.

Strath Hamilton, co-CEO da produtora
  • De acordo com o THR, a trama explora a história da Chefe da Casa Civil (interpretada por Lauren Metcalfe), enquanto ela retorna para casa após se encontrar com seu amante, o Primeiro-Ministro (interpretado por Mark Hampton);
  • Ao mesmo tempo, outro personagem (interpretado por Spacey) é afetado por esse segredo e procura vingança controlando o seu carro pelas ruas de Londres, usando o veículo como arma mortal; 

Hamilton afirma que a produção tem gerado interesse em territórios nos quais “assuntos de redes sociais e guerras culturais não são prioridades nas agendas” e, caso não haja parceria, a produtora pretende distribuir o filme de forma independente.

publicidade

Spacey e o cancelamento virtual

O co-CEO da produtora também destaca que é necessário apoiar artistas que foram acusados e cancelados nas redes sociais: “É preciso tomar uma posição em algum lugar. Não sei como apoiar os artistas na greve do SAG, mas este é um jeito que encontrei de apoiar artistas”, argumenta.  

Gene Fallaize, diretor do filme, corrobora dizendo que escalar Kevin Spacey não foi decisão fácil, mas que a escolha se “provou correta” com o resultado do julgamento. 

Com informações de Omelete

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!