O governo da cidade de Nova York é o mais recente a banir o uso do TikTok em aparelhos de trabalho. A medida já está valendo e funcionários e agências tem até 30 dias para excluir o aplicativo.

O que motivou a decisão

  • A justificativa é a mesma de outros governos: evitar possíveis ameaças da China à segurança nacional.
  • O NYC Cyber ​​Command, que se concentra em ameaças cibernéticas para o Escritório de Tecnologia e Inovação da metrópole americana, foi quem recomendou a proibição após uma análise de segurança.
  • Vale lembrar que o estado de Nova York já emitiu uma proibição similar contra o TikTok em 2020. Desde então, foi acompanhado por governos de outras estados como Nova Jersey, Ohio, Texas e Geórgia.

Leia mais

EUA x TikTok

  • No início de 2023, o próprio governo Biden reforçou uma campanha contra a rede social chinesa.
  • Em março, o CEO da TikTok, Shou Zi Chew, chegou a testemunhar perante o Congresso sobre preocupações de uso do aplicativo para comprometer a segurança nacional dos americanos.
  • Em maio, o governador de Montana, Greg Gianforte, também assinou uma lei mais drástrica que proíbe o TikTok no estado a partir de 2024.
  • Ao contrário das outras ações, a proibição não se limita a dispositivos do governo e também pode influenciar o acesso de usuários comuns da rede social.

O TikTok é de propriedade da gigante chinesa ByteDance, diferente de outras grandes empresas de mídia social sediadas nos EUA. As proibições citam sempre preocupações de segurança não específicas sobre a companhia que controla a plataforma — embora não tenham evidências até o momento de que Pequim tenha aproveitado o TikTok para espionagem.

O que se sabe é que no ano passado, o TikTok confirmou que funcionários da ByteDance rastrearam os endereços IP de jornalistas por meio do aplicativo em um esquema para reprimir vazamentos internos. Quatro pessoas foram demitidas, mas o incidente ainda é lembrado e feriu a confiança da rede social com reguladores fora da China.

publicidade

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!