A Meta anunciou novas opções que permitem aos usuários europeus do Instagram e Facebook utilizarem as redes sociais sem o algoritmo de recomendação da empresa, deixando tudo em ordem cronológica.

As mudanças resultam da Lei de Serviços Digitais da União Europeia (DSA) aprovada em 2022, que impôs novas regras às plataformas e serviços de tecnologia na Europa. As normas deverão ser seguidas pela Meta até o final de agosto.

publicidade

Leia mais:

Para quem tem pressa:

  • O anúncio das novas opções foi feito por Nick Clegg, presidente de assuntos globais da Meta em post no blog;
  • O executivo disse que os usuários poderão descobrir conteúdos do “Reels, Stories, Search e outras partes do Facebook e Instagram que não são classificadas pela Meta”;
  • Também será possível visualizar Stories e Reels apenas de pessoas seguidas em ordem cronológica, indo do mais novo ao mais antigo;
  • Os usuários também poderão visualizar resultados de pesquisa baseados apenas nas palavras inseridas, ao invés de personalizar a página com base em atividades anteriores e interesses pessoais.

Uma das exigências da DSA é que as grandes plataformas permitam que os usuários optem por não receber recomendações personalizadas. 

publicidade

O TikTok fez algo semelhante à Meta no início de agosto, possibilitando que os usuários da Europa desativem o algoritmo personalizado da rede social.

Além de permitir a desativação dos algoritmos de recomendação, a lei europeia exige que as plataformas sejam mais transparentes sobre como seus sistemas funcionam. 

publicidade

Para cumprir essa demanda, a Meta também anunciou o lançamento de 22 “cartões de sistema para Facebook e Instagram”. Como explica o comunicado “esses cartões fornecem informações sobre como nossos sistemas de IA classificam o conteúdo para Feed, Reels, Stories e outras áreas”.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!