A Meta – dona do Facebook, Instagram e WhatsApp – lançou nesta terça-feira (22) um mecanismo com inteligência artificial (IA) capaz de traduzir – e converter – idiomas tanto em texto quanto falas de maneira mais fluída, segundo a empresa.

Para quem tem pressa:

  • A Meta lançou um mecanismo com inteligência artificial (IA) capaz de traduzir idiomas tanto em texto quanto falas de maneira mais fluída;
  • Entre os principais avanços do Seamless M4T está a capacidade de traduzir palavras faladas “direto” – isto é, sem precisar convertê-las em texto antes;
  • A empresa lançou a IA tradutora sob uma licença Creative Commons – assim, pesquisadores e programadores poderão desenvolver trabalhos em cima do modelo.

O modelo, conhecido como Seamless M4T (Massively Multilingual and Multimodal Machine Translation), está sendo lançado sob uma licença Creative Commons. Isso significa que pesquisadores e programadores poderão desenvolver trabalhos em cima da nova IA, conforme divulgado no blog da Meta.

Leia mais:

Entre os principais avanços do novo modelo de IA da empresa está a capacidade de traduzir palavras faladas de um idioma para outro sem ter que primeiro converter para texto nos “bastidores”.

publicidade

Nova IA tradutora da Meta

Montagem explicando nova IA tradutora da Meta
(Imagem: Divulgação/Meta)

O Seamless M4T suporta:

  • Reconhecimento de fala para quase 100 idiomas;
  • Tradução de fala para texto para quase 100 idiomas;
  • Tradução de fala para fala (suporte para quase 100 idiomas de entrada e 36 idiomas de saída);
  • Tradução de texto para texto para quase 100 idiomas;
  • Tradução de texto para fala (suporte para quase 100 idiomas de entrada e 35 idiomas de saída).

Além do novo modelo, a Meta lançou os metadados para seu conjunto de dados de tradução aberta chamado SeamlessAlign.

Os lançamentos da Meta anunciados nesta terça fazem parte dos esforços contínuos da empresa em criar uma espécie de “tradutor universal”.

Além disso, o foco da Meta na tradução de idiomas é impulsionado por sua necessidade de melhorar a moderação de conteúdo em suas plataformas (Facebook e Instagram), que hospedam uma infinidade de conteúdo em vários idiomas.

Automatizar a moderação para idiomas menos comuns provou ser um desafio devido à falta de dados. Mas modelos de IA como o SeamlessM4T podem ajudar a resolver esse problema.

Outras IAs da Meta

Ilustração de ondas sonoras com logomarca da inteligência artificial da Meta no canto
(Imagem: Divulgação/Meta)

Essa não é a primeira IA tradutora lançada pela Meta. Em 2022, a empresa anunciou o “No Language Left Behind”, um mecanismo de tradução de texto para texto. Depois, veio o “Universal Speech Translator”, um sistema de tradução de fala para fala que suporta Hokkien, um idioma sem um sistema de escrita amplamente usado.

Além disso, a Meta explora outras frentes no desenvolvimento de modelos de IA. No começo de agosto, por exemplo, a empresa lançou o AudioCraft, uma plataforma de código aberto que permite que os usuários criem música e sons por meio de IA generativa.

No caso deste, a empresa acredita que o modelo possa inaugurar uma nova onda de músicas – da mesma forma que os sintetizadores.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!