A Microsoft anunciou nesta quinta-feira (31) que irá separar o Teams do seu pacote Office na Europa para evitar uma possível multa antitruste da União Europeia. A medida vem após a Comissão Europeia lançar uma investigação sobre a vinculação dos produtos e o risco de formação de trustes no mercado. 

O que você precisa saber: 

  • A investigação contra a Microsoft foi iniciada após uma reclamação do aplicativo de mensagens rival Slack, da Salesforce, em 2020 — veja detalhes do caso aqui
  • Antes da decisão de mudança, a big tech tentou concessões com as autoridades de concorrência da Europa, mas sem sucesso; 
  • A Comissão comunicou que já tomou nota do anúncio da Microsoft, mas não quis fazer mais comentários, segundo a Reuters; 
  • As alterações entram em vigor a partir de 1º de outubro e serão aplicadas, por ora, apenas na Europa e na Suíça. 

Leia mais! 

Com a mudança, o Teams passará a ser vendido separadamente para empresas. Clientes empresariais que já possuem um pacote com o app poderão optar por mantê-lo ou migrar para um pacote sem o Teams.  

publicidade

Além disso, novos recursos de suporte serão introduzidos para ajudar clientes e fornecedores independentes de software que desejam remover dados do Teams e usá-los em outro produto. A Microsoft também desenvolverá um novo método para hospedar aplicativos da web do Office em aplicativos e serviços concorrentes. 

Em comunicado, a empresa pontuou que as alterações visam apenas atender as preocupações da UE, sendo elas: “que os clientes possam escolher uma suíte empresarial sem Teams a um preço menor do que aqueles com Teams incluídos, e que deveríamos fazer mais para facilitar a interoperabilidade entre soluções rivais de comunicação e colaboração com pacotes Microsoft 365 e Office 365”. 

Hoje estamos anunciando mudanças proativas que esperamos que comecem a abordar essas preocupações de uma forma significativa, mesmo enquanto a investigação da Comissão Europeia continua e nós cooperamos com ela. 

Nanna-Louise Linde, vice-presidente da Microsoft para assuntos governamentais europeus, em um comunicado. 

Conforme lembrou a Reuters, a Microsoft já acumulou 2,2 mil milhões de euros em multas antitrustes da UE na década anterior por vincular ou agrupar dois, ou mais produtos. 

O Teams foi adicionado ao Office 365 em 2017 gratuitamente. Eventualmente, ele substituiu o Skype for Business e ganhou popularidade durante a pandemia devido à sua videoconferência.  

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!