A China ainda está disposta a investir na indústria do país voltada à fabricação de chips. É isso que a rodada mais recente de financiamento da GTA Semiconductor – uma fabricante chinesa de chips automotivos – deixou claro.

Para quem tem pressa:

  • A GTA Semiconductor, fabricante chinesa de chips automotivos, obteve uma rodada de financiamento de cerca de US$ 1,8 bilhão, com grande parte sendo financiada pela China;
  • Isso reflete o compromisso de Pequim em apoiar os fabricantes domésticos de chips, visando reduzir a dependência externa na produção desses componentes, publicou um jornal apoiado pelo governo;
  • Com esse aporte, a GTA Semiconductor acumulou mais de US$ 2,7 bilhões em menos de dois anos, principalmente de fundos estatais;
  • A empresa recebeu apoio de empresas estatais de capital de risco, e essa rodada é vista como uma das maiores captações domésticas de 2023 na China, em meio aos esforços do país para fortalecer sua indústria de semicondutores.

Isso porque grande parte desta rodada – de cerca de US$ 1,8 bilhão (aproximadamente R$ 9 bilhões) – da GTA, uma das maiores fabricantes do país (em termos de produção), foi financiada pela própria China, segundo o Securities Times (via Reuters), um jornal apoiado pelo governo.

publicidade

Leia mais:

O veículo de comunicação apontou que a grande quantia arrecadada pela GTA Semiconductor destaca o compromisso de Pequim em apoiar os fabricantes domésticos em meio a um esforço contínuo para reduzir sua dependência externa na fabricação de chips.

publicidade

Investimento em chips na China

Chips da Intel e AMD
(Imagem: Juan D./Pixabay)

Com essa injeção de capital, a GTA Semiconductor, sediada em Xangai, acumulou em menos de dois anos mais de US$ 2,7 bilhões (R$ 13 bilhões), principalmente de fundos estatais, segundo o veículo.

A empresa recebeu apoio de empresas estatais de capital de risco, como a Spinnotec, também sediada em Xangai, que anunciou pela primeira vez a rodada de captação de US$ 1,8 bilhão no começo desta semana, sem especificar as entidades envolvidas.

publicidade

A quantia, que alguns meios de comunicação chineses descreveram como uma das maiores rodadas de financiamento domésticas de 2023, surge enquanto a China se prepara para lançar um novo fundo de investimento apoiado pelo estado.

O objetivo é arrecadar cerca de US$ 40 bilhões (R$ 200 bilhões) para o seu setor de semicondutores, conforme noticiou a Reuters nesta semana. No entanto, a agência não conseguiu determinar se a última captação de recursos da GTA Semiconductor está relacionada a esse novo fundo ou não.

publicidade

Embora a maioria dos carros utilize chips que não são tecnologicamente avançados, a taxa de substituição desses chips por fabricantes domésticos na China é inferior a 10%, tornando-se um alvo para mais investimentos no futuro, afirmou o jornal apoiado pelo governo.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!