Se você é um usuário de internet para inúmeras coisas do seu dia a dia, já ouviu falar em segurança cibernética. O termo até algum tempo atrás parecia coisa de filme de ficção científica ou de suspense e espionagem. Mas hoje é algo intrínseco do nosso cotidiano e você precisa saber do que se trata para a proteção de seus dados.

A segurança cibernética é um conjunto de ações sobre pessoas, tecnologias e processos contra os ataques cibernéticos. Os profissionais de cibersegurança visam proteger informações em sistemas, computadores e servidores contra ameaças e ataques maliciosos. O trabalho em  segurança cibernética deve abranger vários níveis, desde a segurança das redes físicas e dos aplicativos até a educação do usuário final.

Leia mais:

Dentre os objetivos de um ataque cibernético, podemos citar: roubo de dados, interrupção de operações, queda de sites, espionagem, falsificação de informações, apropriação de equipamentos para atividades ilegais.

publicidade

A pandemia de Covid-19 propiciou um salto digital maior ainda do que já vivíamos antes de 2021. Essa aceleração rompeu todas as estimativas sobre a produção e troca de dados cibernéticos. O home office e outros tipos de trabalho à distância, como espaços colaborativos e compartilhados, vieram para ficar e empresas incorporaram novos modelos de atendimento.

E assim, a mudança fez crescer exponencialmente os crimes e as ameaças virtuais. Os hackers se aproveitam das vulnerabilidades de nossos dispositivos eletrônicos e das redes que utilizamos para realizar ataques que podem gerar prejuízos incalculáveis.

Com a proliferação dos dados e mais pessoas trabalhando e se conectando de praticamente qualquer lugar, os indivíduos mal-intencionados responderam desenvolvendo métodos sofisticados para obter acesso a recursos e roubar dados, sabotar negócios ou extorquir dinheiro. O número de ataques cresce a cada ano, e os invasores desenvolvem novos métodos para evitar serem detectados. Um programa de segurança cibernética eficaz inclui pessoas, processos e soluções de tecnologia que, juntos, reduzem o risco de interrupção dos negócios, perdas financeiras e danos à reputação em virtude de ataques.

Como funciona a segurança cibernética?

A segurança cibernética aumenta a produtividade e possibilita a inovação, as soluções e processos fazem empresas e governos usarem a tecnologia para melhorar a forma como se comunicam e fornecem serviços sem aumentar o risco de ataques.

Uma das estratégias é adotar um sistema de segurança de Confiança Zero. Para isso, não confie em apenas uma solicitação de acesso, mesmo que seja de dentro da sua rede. Para minimizar riscos, é necessário verificar todas as solicitações de acesso e empregar o acesso com privilégios mínimos para fornecer às pessoas acesso apenas aos recursos que precisam.

Outra ação recomendada é realizar treinamentos regulares de segurança cibernética, que não é responsabilidade apenas de profissionais de segurança. Atualmente as pessoas alternam o uso de dispositivos pessoais e de trabalho e os ataques cibernéticos podem começar por um simples email de phishing a um funcionário. Portanto, é fundamental ensinar sua equipe e proteger seus equipamentos pessoais. Assim, as pessoas serão capazes de identificar e até interromper  ataques cibernéticos.

Para desenvolver processos que ajudem a prevenir, detectar e responder a um ataque não precisa criar algo do zero. A SOC (Organização Internacional para Padronização) ou o NIST (Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia) são exemplos de referência para buscar orientações sobre segurança cibernética. Corrija regularmente o software e o hardware para reduzir vulnerabilidades e fornecer diretrizes claras à equipe, para que ela saiba quais etapas devem ser seguidas em caso de ataque.

Prevenir para não ter que remediar

Invista nas soluções de tecnologia, que se inovam cada vez mais rápido. Muitas soluções de segurança cibernética usam IA e automação para detectar e interromper ataques automaticamente sem a intervenção humana. Outras tecnologias ajudam você a entender o que está acontecendo em seu ambiente com análises e insights. 

Um ataque cibernético pode bloquear a utilização de algum sistema interno, interromper o trabalho de centenas de profissionais, vazar dados e informações confidenciais, paralisar linhas de produção da indústria, interromper o fornecimento de energia em cidades ou expor informações pessoais de clientes e segredos de propriedade intelectual.

Os prejuízos financeiros e de credibilidade provocam danos em vários níveis. Exige uma força tarefa para combater tais ações, investimento financeiro, atualização constante em conhecimento e planejamento estratégico.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!