A sigla SSID provém da língua inglesa e significa “Service Set Identifier” (Identificador do Conjunto de Serviços”, em tradução livre). Em outras palavras, é a nomenclatura de identificação de sua rede Wi-Fi: aquele nome que aparece quando um dispositivo se conecta à sua internet. Esse recurso é útil para identificar sua rede com facilidade, mas também é possível ocultá-lo para aumentar a sua segurança. A seguir, saiba mais informações a respeito e entenda como o recurso funciona.

Leia mais:

Como funciona e para que serve o SSID?

Imagem mostra um homem conectando um cabo no encaixe traseiro de um roteador de internet
Imagem: Proxima Studio/Shutterstock

O SSID –– ou o nome de sua rede Wi-Fi –– é geralmente útil para distinguir as diferentes redes ao redor e ajudar o dono da banda larga a identificar qual é a sua. Por exemplo, é muito comum que ao providenciarmos a instalação da internet em casa ou no escritório, os donos da rede editem o nome de identificação para o nome do usuário, nome da firma ou até insira os números da casa/prédio em que reside. Isso facilita quando amigos e clientes pedem para se conectar à rede, pois rapidamente conseguem identificar qual é a correta.

O recurso funciona da seguinte forma: ao editar o nome da rede, essa configuração é enviada para o modem responsável pela banda larga e imediatamente o sinal emitido por ele passa a ter o nome recentemente inserido. Desta forma, quando novos aparelhos estiverem com o Wi-Fi ligado, os dispositivos rastrearão as redes ao redor e visualizarão a sua e, com isso, serão capazes de se conectarem.

publicidade
Pessoa digitando em laptop
(Imagem: 13_Phunkod/Shutterstock)

A desvantagem de nomear o SSID com informações óbvias (como o nome do dono) é que qualquer pessoa saberá que a rede é sua, e se esta detiver a senha, conseguirá acessar a sua internet sem o seu consentimento –– o que pode incomodar alguns públicos.

Mas eu posso melhorar esta segurança? Claro que pode! De forma geral, há duas formas possíveis: editar o nome da rede para uma sequência de números ou letras que apenas você conheça (o que vai dificultar que terceiros possam identificá-la facilmente); ou acessar as configurações do seu modem/sistema de banda larga e desativar a exibição do nome do sinal.

Esta segunda alternativa é mais interessante porque, uma vez que a transmissão do nome de sua rede for desativada, as outras pessoas terão mais trabalho para se conectar à banda larga: primeiro, precisarão descobrir o nome do SSID, e depois a senha. Sem estes dados, não poderão se conectar ao Wi-Fi.

Dicas para quando mudar o nome da rede

  • Utilize apenas números ou letras, sem caracteres especiais, pois podem ser um problema para alguns aparelhos;
  • Não nomeie o SSID com informações óbvias (como seu nome ou número da casa);
  • Escolha nomes originais, diferentes das redes ao seu redor, porque nomes repetidos podem causar confusão;
  • Não use o nome padrão do seu roteador, pois se o seu vizinho tiver um da mesma marma, fica mais fácil para ele e outras pessoas acessarem sua rede.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!