Na manhã desta sexta-feira (6), a paquistanesa Namira Salim se tornou a primeira pessoa de seu país a ser levada ao espaço. Líder da Space Trust, entidade cujo objetivo é estabelecer um desenvolvimento espacial sustentável, Salim decolou com a Virgin Galactic como parte da missão Galactic 4. Junto com ela estavam outros dois turistas: o publicitário britânico Trevor Beattie e o educador astronômico americano Ron Rosano.

Leia mais:

O porta-aviões VMS EVE decolou do Espaçoporto America (a base de lançamento da Virgin Galactic localizada no estado norte-americano do Novo México), transportando o avião espacial VSS Unity até cerca de 15 km de altitude e soltando o veículo, que acionou então seus próprios motores para seguir rumo a cerca de 88 km acima da superfície terrestre (acima do ponto definido por algumas instituições como início do espaço).

Equipe da “Galactic 4”

  • O voo durou cerca de 15 minutos;
  • Os tripulantes estavam acompanhados de Beth Moses, instrutora-chefe de astronautas da Virgin Galactic;
  • Kelly Latimer e CJ Sturckow pilotaram o VSS Unity;
  • Nicola Pecile e Jameel Janjua estavam no controle do VMS Eve durante a missão;
  • Rosano, Beattie e Salim foram, respectivamente, o 17º, 18º e 19º tripulantes, segundo a Virgin Galactic.

Salim já tem um histórico aventureiro, antes da Galactic 4 ela já que já havia sido a primeira pessoa do Paquistão a viajar tanto para o Pólo Norte quanto para o Pólo Sul. A paquistanesa comprou a passagem para o voo turístico em 2006, ela pagou US$ 200 mil na época. Beattie e Rosano também adquiriram tíquetes no mesmo período.

publicidade

Virgin Galactic

A Virgin Galactic vem sendo uma das pioneiras no turismo espacial. Após mais de uma década de atraso, a empresa começou a realizar os voos em agosto deste ano e segue decolando mensalmente.

Quem opta por viajar pela Virgin, deve estar disposto a desembolsar, pelo menos, US$450 mil – o equivalente a cerca de R$2,15 milhões na cotação atual. Antes disso, no entanto, o interessado paga US$1 mil (R$4,78 mil) para entrar para a longa fila de espera, que conta com grandes nomes, como Lady Gaga, Justin Bieber e até mesmo Elon Musk, dono da concorrente SpaceX. Considerando que as primeiras passagens foram vendidas em 2006, o tempo de espera para chegar ao espaço com a empresa pode durar algumas décadas.

Essas informações se baseiam no que foi divulgado pela empresa em 2021. Não se sabe se os valores e condições permanecem os mesmos. É possível que tenham sido atualizados, se levarmos em consideração o histórico de pré-venda das passagens: de 2005 a 2013, os valores pagos iam de US$200 mil a US$ 250 mil (entre R$ 956 mil e R$1,2 milhão).

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!