A empresa chinesa EHang anunciou que recebeu o certificado de tipo de aeronavegabilidade do órgão de aviação civil da China para seu drone totalmente autônomo, o EH216-S AAV. Esse certificado permite que a empresa voe com veículos de decolagem e pouso vertical (eVTOL) na China.

Com a obtenção deste certificado, a EHang se torna a primeira empresa do mundo a receber tal autorização. Conforme a CNBC, o CEO da EHang, Huazhi Hu, revelou que, no próximo ano, eles pretendem expandir as operações para o exterior e que estão avaliando qual cidade chinesa será escolhida para o primeiro voo comercial de táxi aéreo com passageiros.

Leia mais:

Ele também destacou a necessidade de estabelecer um processo de certificação mútua para aeronavegabilidade da China em outros países.

publicidade

Aeronave está em pré-venda

  • A empresa já recebeu mais de 1,2 mil pré-encomendas do EH216-S, incluindo pedidos de empresas, como Japan AirX, Malaysian Aerotree e Prestige, da Indonésia;
  • A EHang informou que entregará os pedidos gradualmente, já que a indústria ainda está em fase inicial de desenvolvimento;
  • O CEO ressaltou que a China é o maior e mais rápido mercado para veículos aéreos desse tipo e acredita que em cinco anos os táxis aéreos serão comuns em muitas cidades;
  • Ele também mencionou o histórico de segurança da empresa, destacando que não houve ocorrências graves em dezenas de milhares de voos realizados até o momento.

Essa notícia surge em momento em que as autoridades chinesas têm permitido a circulação de robôs-táxis autônomos nas ruas, cobrando tarifas do público. A EHang enfatizou as diferenças entre táxis autônomos terrestres e drones autônomos, ressaltando que enquanto os carros têm que fazer curvas nas interseções, os drones voam diretamente entre dois pontos no ar.

A obtenção do certificado de tipo pela EHang também deve facilitar a obtenção de certificados semelhantes para operações comerciais nos Estados Unidos, Europa e Sudeste Asiático. A empresa, listada nos Estados Unidos, viu suas ações quase dobrarem de preço neste ano.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!