O Google Maps desenvolve um novo recurso para permitir a compra de bilhetes de metrô diretamente pelo aplicativo na Índia, segundo o site autoevolution. Com isso, o app busca se tornar o hub de informações de transporte público “oficial” do país, já que atualmente ele já oferece direções precisas, horários de partidas e chegadas, além de outros detalhes essenciais para a locomoção.

Leia também:

Por enquanto, o recurso não está disponível para os usuários finais. Mas, espera-se que nos próximos meses já seja possível usar a plataforma para comprar passagens do metrô – graças a uma parceria da Big Tech norte-americana com a Open Network for Digital Commerce.

Essa atualização reflete a estratégia do Google de tornar o Maps o aplicativo ideal para qualquer pessoa, e não apenas para motoristas. Por isso, a empresa busca ativamente expandir as funcionalidades da plataforma para além da navegação automotiva.

publicidade

Mas, isso não significa que a empresa tem negligenciado os veículos. No início do mês, o Google lançou sua engine para calcular rotas mais ecológicas para carros e motos na Índia, um recurso que já estava disponível nos Estados Unidos, desde 2021, e na Europa, desde 2022.

Na prática, o mecanismo permite usuários escolherem caminhos alternativos que economizam combustível e reduzem a emissão de carbono. Estima-se que a ferramenta tenha reduzido as emissões que seriam equivalentes a 500 mil carros.

Enquanto o Google Maps continua a evoluir e a aprimorar seus recursos de navegação de carro, ele também busca atender às necessidades de todos os usuários. A introdução do recurso de compra de bilhetes entra em consonância com essa estratégia.

Apesar de ambos serem da Alphabet, o Google Maps e o Waze continuam sendo produtos separados e com recursos distintos. Enquanto o Waze se especializa na navegação de tráfego e oferece um mecanismo de colaboração para motoristas reportarem riscos, o Google vê o Maps se expandindo em uma direção que não faria sentido para o Waze.

Vale lembrar que em março deste ano, a Autopass anunciou que os passageiros de São Paulo podem comprar e armazenar bilhete de trem e de metrô com a Carteira do Google. Essa é mais uma maneira de adquirir bilhetes QR Code sem precisar enfrentar filas ou instalar o app da plataforma TOP (da Autopass).