Edgar Allan Poe é um dos escritores mais influentes da literatura mundial. Autor e poeta estadunidense, ele é um dos mais célebres nomes do romantismo sombrio. Suas narrativas sombrias, macabras e psicologicamente intensas exercem um fascínio não só na literatura, mas também se estendem a outras artes, como o cinema. 

A obra de Poe já ganhou diversas adaptações em longas-metragens desde os primórdios da sétima arte. Inspirando-se nisso, listamos as 10 melhores adaptações do autor para o cinema. Confira a seguir quais são.

publicidade

A Queda da Casa de Usher (1928) 

“A Queda da Casa de Usher” (“La chute de la maison Usher”, 1928) / Crédito: Films Jean Epstein (divulgação)

Sob a direção do renomado cineasta, crítico literário e escritor Jean Epstein, “A Queda da Casa de Usher” é uma adaptação do famoso conto gótico de mesmo nome de Edgar Allan Poe. 

Esse filme de terror mudo é um dos mais conceituados entre as várias versões cinematográficas do conto. Epstein colaborou no roteiro com ninguém menos que Luis Buñuel. 

Na trama, Roderick Usher, um homem obcecado pela sua moribunda esposa, Madeline, convida seu único amigo para a sua misteriosa mansão.

Leia também:

The Black Cat (1934)  

“The Black Cat” (1934) / Crédito: Universal Pictures (divulgação)

Filme de terror baseado no conto homônimo de Poe e foi um dos maiores sucessos da Universal Pictures na época de seu lançamento. O filme é estrelado por Boris Karloff e Béla Lugosi, dois ícones do cinema de terror americano. A direção fica a cargo de Edgar G. Ulmer, um cineasta conhecido por seu cultuado noir de baixo orçamento, “Detour”. 

Na história, um casal de americanos em lua de mel e um misterioso médico (Lugosi) sofrem um acidente de trânsito na Hungria. No entanto, eles encontram abrigo no castelo de um famoso arquiteto (Karloff), que compartilha um passado obscuro com o médico.

Obsessão Macabra (1962) 

“Obsessão Macabra” (“Premature Burial”, 1962) / Crédito: American International Pictures (divulgação)

Na década de 1960, a produtora American International Pictures (AIP) lançou uma série de filmes dirigidos por Roger Corman, baseados nas obras de Edgar Allan Poe. Esse período é conhecido como o “Ciclo de Poe”. 

Derivado do conto de mesmo nome, “Obsessão Macabra” (Premature Burial) é o terceiro filme da série de oito produções de Corman/Poe. O filme narra a história de um homem (Ray Milland) que tem um temor irracional de ser sepultado ainda vivo.

A Orgia da Morte (1964) 

“A Orgia da Morte” (“The Masque of the Red Death”, 1964) / Crédito: American International Pictures (divulgação)

Sétimo filme do “Ciclo de Poe” dirigido por Roger Corman, baseado no conto “The Masque of the Red Death”. Este longa é estrelado pelo ilustre Vincent Price, que desempenhou papéis principais em vários filmes dessa série de adaptações. Além disso, o filme incorpora elementos de outra história de Poe, “Hop-Frog”. 

Na trama, Vincent Price interpreta um príncipe medieval satanista que aterroriza os camponeses locais. Ele se protege de uma terrível peste que assola a região em seu castelo, onde promove suntuosas festas.

O Túmulo Sinistro (1964) 

“O Túmulo Sinistro” (“The Tomb of Ligeia”, 1964) / Crédito: Anglo-Amalgamated, Warner-Pathé (divulgação)

Oitavo e derradeiro filme do “Ciclo de Poe”, “O Túmulo Sinistro” é um filme de terror adaptado do conto “Ligeia” e traz Vincent Price e Elizabeth Shepherd nos papéis principais. 

Na trama, Vincent Price interpreta um homem profundamente afetado pela perda de sua esposa, mas que se casa novamente quando conhece uma decidida Lady (Shepherd). Contudo, a sombra de sua falecida esposa continua a influenciar suas vidas.

No Quarto Escuro de Satã (1972)

“No Quarto Escuro de Satã” (“Il tuo vizio è una stanza chiusa e solo io ne ho la chiave”, 1972) / Crédito: Titanus (divulgação)

Este giallo dirigido por Sergio Martino é uma adaptação livre baseada em diversos elementos do conto “O Gato Preto” (“The Black Cat” no original). 

Na trama, um escritor empobrecido e viciado em álcool ocupa seu tempo promovendo festas desenfreadas em sua mansão no campo e humilhando sua esposa. Entretanto, ele se torna o principal suspeito de uma série de assassinatos de várias mulheres.

Histórias Extraordinárias (1968) 

“Histórias Extraordinárias” (“Histoires extraordinaires”, 1968) / Crédito: Cocinor, P.E.A. (divulgação)

Disponível para assinantes do Oldflix. 

Este filme é uma antologia de terror que reúne três segmentos com adaptações de obras de Edgar Allan Poe. Cada segmento é dirigido por um cineasta europeu de renome. 

O realizador francês Roger Vadim assume a direção do primeiro segmento, que se baseia no conto “Metzengerstein”. O segundo segmento, adaptado do conto “William Wilson”, é dirigido pelo também francês Louis Malle. Por fim, o renomado diretor italiano Federico Fellini comanda o terceiro curta intitulado “Toby Dammit”, que se inspira no conto “Nunca Aposte sua Cabeça com o Diabo: Uma História com uma Moral”. 

Gato Negro (1981)

“Gato Negro” (“Black Cat: Gatto nero”, 1981) / Crédito: Italian International Film (divulgação)

Outro longa-metragem baseado no conto “O Gato Preto”. O cineasta Lucio Fulci, conhecido por suas obras de terror gore, se baseou vagamente no conto para dirigir este filme aterrorizante e repleto de violência gráfica. 

Na história, um inspetor da Scotland Yard é encarregado de investigar o desaparecimento de um casal em uma vila pacata. No entanto, uma onda de sangue começa quando o casal é encontrado morto em circunstâncias misteriosas.

Dois Olhos Satânicos (1990) 

“Dois Olhos Satânicos” (“Due occhi diabolici”, 1990) / Crédito: Artisti Associati International, Taurus Entertainment Company (divulgação)

Outra produção de terror antológica baseada em contos de Edgar Allan Poe, “Dois Olhos Satânicos” é uma coprodução entre Itália e EUA. O longa traz dois segmentos, cada um dirigido por mestres do cinema: George A. Romero e Dario Argento. 

No primeiro segmento, Romero se encarrega da direção, baseando-se no conto “O Caso do Sr. Valdemar”. Já no segundo segmento, intitulado “O Gato Negro” e dirigido por Argento, a narrativa se baseia no conto homônimo de Poe, incorporando também outras influências das obras do autor.

O Poço e o Pêndulo (1991)

“O Poço e o Pêndulo” (“The Pit and the Pendulum”, 1991) / Crédito: Paramount Home Video (divulgação)

Especializado em filmes de terror, o diretor Stuart Gordon realizou uma adaptação livre do conto “O Poço e o Pêndulo”. Gordon também incorporou elementos de outra obra de Poe, “O Barril de Amontillado”, na trama. Além disso, o filme se desenrola durante o período de maior intensidade da Inquisição Espanhola e apresenta o inquisidor Tomás de Torquemada como um dos personagens centrais. 

Na história, o inquisidor Torquemada é atraído pela beleza de uma jovem que se opõe ao uso da tortura pela igreja. Conflitado por seus próprios desejos, o religioso decide acusá-la de bruxaria. Quando o marido da jovem tenta resgatá-la, Torquemada decide submetê-lo ao dispositivo de tortura conhecido como “O Poço e o Pêndulo”.