A rede social X, anteriormente conhecida como Twitter, parece ter começado a intensificar seus esforços para vender nomes de usuário desativados, dando início a um programa previamente anunciado pelo bilionário proprietário Elon Musk.

  • E-mails obtidos pela Forbes revelam que uma equipe dentro da empresa, conhecida como a Equipe @Handle, começou a trabalhar em um mercado de nomes de usuário para a compra de nomes de usuário que foram deixados sem uso pelos usuários que os registraram originalmente.
  • Em pelo menos alguns casos, o X/Twitter enviou solicitações por e-mail para potenciais compradores, solicitando uma taxa fixa de $50 mil para iniciar a compra.
  • Os e-mails partiram de funcionários ativos do X e informaram que a empresa fez recentes atualizações em suas diretrizes, processo e taxas para @handles.
  • A Forbes afirmou ter concordado em não publicar os e-mails na íntegra para proteger a anonimidade dos destinatários.
  • Segundo a Forbes, uma resposta automatizada da conta de e-mail de imprensa da X dizia apenas: “Ocupados agora, por favor, volte mais tarde.”

Leia mais:

A empresa de Musk vem sendo alvo de rumores de planejar tal programa há meses. Já em novembro de 2022, Musk postou na rede social que um “vasto número” de nomes de usuário tinham sido tomados por “bots e trolls” e que planejava começar a “libertá-los no próximo mês.” Em resposta, um usuário sugeriu um mercado em que as pessoas poderiam vender contas entre si, com o site recebendo uma taxa. A Forbes não conseguiu determinar se tal prática está agora em vigor.

No mês seguinte, os funcionários do X já estavam discutindo a venda de “arrobas” do X/Twitter, de acordo com um relatório de janeiro do The New York Times, com Musk postando que planejava liberar até 1,5 bilhão de nomes de usuário “em breve.” Em maio, o X começou a purgar contas inativas de seu site.

publicidade

Até a noite desta sexta-feira, a política de registro de nomes de usuário do X postada em seu site ainda declarava “infelizmente, não podemos liberar nomes de usuário inativos no momento.” Enquanto isso, a “política de conta inativa” da rede social alertava aos usuários que deveriam fazer login a cada 30 dias para evitar serem considerados inativos, mas também afirmava que o X não estava atualmente liberando nomes de usuário inativos.