A Qualcomm cancelou um projeto de mensagens via satélite que vinha desenvolvendo para dispositivos Android. Similar ao recurso de SOS de emergência do iPhone, o chamado Snapdragon Satellite foi deixado de lado pela falta de interesse de fabricantes em adotar a tecnologia.

O Snapdragon Satellite foi anunciado em janeiro: com ele, alguns dispositivos com chips da Qualcomm ganhariam a possibilidade de enviar mensagens via satélite quando o sinal de telefonia não estivesse disponível. É semelhante ao SOS de emergência da Apple, introduzido na linha iPhone 14, que já salvou algumas vidas.

publicidade

Leia mais:

O projeto da Qualcomm foi feito em parceria com a Iridium, uma fabricante de celulares via satélite. Apesar das empresas terem “desenvolvido e demonstrado com sucesso a tecnologia”, segundo a Iridium, a falta de interesse de outras fabricantes de adotarem o recurso em seu smartphone causou o fim do projeto.

publicidade
Snapdragon Satellite
Como funcionaria o Snapdragon Satellite. Imagem: Divulgação/Qualcomm

Fabricantes não se interessaram pelo projeto

De acordo com a Qualcomm, fabricantes de smartphone “indicaram uma preferência por soluções padrão” para a conectividade via satélite, em vez de adotar mais um chip Qualcomm para seus dispositivos. Em outras palavras, as outras empresas preferem não depender da Qualcomm para mais uma funcionalidade.

Outro fator que contribuiu foi o custo alto do serviço de mensagens via satélite — a Apple oferece o serviço gratuitamente até agora, mas já avisou que passará a cobrar por ele a partir do ano que vem, embora ainda não tenha anunciado os preços.

publicidade

Com o fim da parceria com a Qualcomm, a Iridium afirma que seguirá buscando fabricantes de smartphones e desenvolvedores de sistemas móveis para oferecer o serviço, como já fazia antes de se aliar à Qualcomm.