Acontece nesta quarta-feira (22) o “Dia D – Mutirão Desenrola”. A iniciativa do Ministério da Fazenda e do Governo Federal busca impulsionar as renegociações de dívidas com organizações da sociedade civil, bancos (privados e públicos) e outros credores como parte do programa Desenrola Brasil.

Leia mais

publicidade

No Dia D, os bancos terão horário de atendimento estendido (Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil abrirão uma hora mais cedo) em parte de suas agências para garantir o maior número possível de negociações. Equipes dos canais de atendimento e redes sociais das instituições chegaram a passar por treinamento para repassar informações ao público interessado de forma mais acessível.

Poderão participar todas as pessoas com débitos de até R$ 20 mil. Nesta terça-feira (21), durante live com o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, o presidente Lula pediu que as pessoas endividadas procurem os bancos para renegociar os seus débitos.

publicidade

Não tenha medo, não tenha vergonha de conversar com alguém sobre sua dívida. Procure o banco e discuta com seriedade que você vai sair do banco de cabeça erguida, com o nome limpo na praça.

Presidente Lula

De acordo com Haddad, o desconto médio do Desenrola é de 83% da dívida, podendo chegar a 99%. Além de dívidas comerciais, cerca de 1,2 milhão de estudantes ou formados inadimplentes com o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) podem renegociar as dívidas também com até 99% de desconto. O devedor deve procurar a agência do banco responsável pelo financiamento. As informações são da Agência Brasil.

Desenrola Brasil

  • O Programa Desenrola Brasil possibilita a negociação de dívidas referentes a contas de energia, água e comércio varejista, além de faturas de cartões de crédito.
  • Os débitos podem ser parcelados em até 60 meses, com juros de até 1,99% ao mês.
  • Além disso, os credores oferecem descontos que podem chegar a 99% do valor total.
  • Em média, os descontos giram em torno de 83%, com as operações isentas de Imposto sobre operações financeiras (IOF).
  • Desde o dia 9 de outubro, quando foi lançada a plataforma para renegociação de dívidas, o Desenrola já atendeu cerca de 2,7 milhões de brasileiros, renegociando mais de R$ 20 bilhões em dívidas.