A Anthropic, startup de IA rival da OpenAI, lançou na terça-feira (21) uma nova versão de seu chatbot, o Claude AI. Segundo a empresa, a atualização adicionou ao sistema a capacidade de analisar até 150 mil palavras em um prompt, além de diminuir as taxas de erros e confusões. 

O que você precisa saber: 

  • A atualização do Claude AI aumenta sua janela de contexto para 200 mil tokens (unidades ou partes de palavras que ajudam o modelo a entender estruturas e significados); 
  • De acordo com a empresa, a nova capacidade iguala o Claude ao ChatGPT da OpenAI, colocando o programa como líder no mercado; 
  • Houve também reduções significativas nas taxas de erro de informações do sistema, além de novos recursos beta para desenvolvedores e atualizações nos preços. 

Leia mais! 

Desde o nosso lançamento no início deste ano, o Claude tem sido usado por milhões de pessoas para uma ampla gama de aplicações. Em discussões com nossos usuários, eles solicitaram janelas de contexto maiores e resultados mais precisos ao trabalhar com documentos longos. Em resposta, estamos duplicando a quantidade de informações que você pode transmitir a Claude com um limite de 200 mil tokens, traduzindo cerca de 150 mil palavras ou mais de 500 páginas de material. 

Anthropic em site oficial

Conforme a startup, a nova capacidade permite uploads de documentação técnica, como bases de código inteiras, demonstrações financeiras como S-1s ou até mesmo longas obras literárias como A Odisséia.  

publicidade
Claude Anthropic
Imagem: shutterstock/Patrickx007

A empresa pontuou, no entanto, que “processar uma mensagem de 200 mil é uma tarefa complexa e pioneira no setor”, por isso os comandos podem levar alguns minutos para o Claude. “Esperamos que a latência diminua substancialmente à medida que a tecnologia avança.” 

No que diz respeito aos erros, a companhia garantiu que a versão 2.1 cortou pela metade as chances de confusões ou “alucinações” do chatbot quando comparado ao 2.0. O sistema foi treinado agora para ter duas vezes mais certeza antes de oferecer uma resposta. 

O bot atualizado também recebeu ferramentas especificas para desenvolvedores, como um novo console Workbench. Recurso permitirá o refinamento de prompts e dará acesso à base de código do Claude para gerar trechos para SDKs. Para essa e outras funções, a Anthropic está coletando feedbacks. 

Avanço da Anthropic em meio ao caos da OpenAI 

Coincidentemente, ou não, a novidade da Anthropic chega em meio a uma crise na OpenAI, que demitiu Sam Altman e viu o caos se instalar na empresa devido à reação do mercado, colocando o futuro da companhia em risco. 

Durante uma semana de reviravoltas, fontes disseram ao The Information que a startup chegou a considerar uma fusão com a Anthropic para acalmar investidores, além de também oferecer o cargo de Altman para o presidente da rival, Dario Amodei. O chefe teria recusado as ofertas. 

Na reviravolta mais recente, a OpenAI decidiu readmitir o CEO, que aceitou voltar a partir de um novo acordo. Saiba mais aqui