A ByteDance, dona do TikTok, está encerrando a unidade de videogames Nuverse e deve demitir centenas de funcionários da divisão nos próximos dias. A empresa investiu bilhões desde 2019 para entrar nesse mercado, mas agora está simplificando as operações para se concentrar nos principais negócios da companhia e aumentar a margem de lucro.

Leia mais

Novo plano da empresa

  • As demissões representam a maior parte da equipe do Nuverse e ocorrem logo depois que a ByteDance também fechou sua unidade de fones de ouvido de realidade virtual.
  • Segundo a reportagem do The Wall Street Journal, a alta administração, incluindo o fundador Zhang Yiming e o presidente Liang Rubo, estão insatisfeitos com o desempenho da divisão de videogames.
  • A ByteDance informou que está reestruturando seu negócio para se concentrar em “áreas de crescimento estratégico de longo prazo”, mas sem dar mais detalhes.
TikTok
TikTok seguirá sendo prioridade para a empresa (Imagem: Ascannio/Shutterstock)

Foco no TikTok e comércio eletrônico

Em 2021, o presidente Liang Rubo anunciou que a ByteDance se concentraria em seis segmentos diferentes, incluindo o TikTok. Um deles era a unidade de videogames Nuverse. O investimento foi pesado, o retorno não.

Em um discurso em março deste ano, Liang disse aos funcionários que a empresa agora se concentraria em duas áreas de negócios principais: plataformas de informação, incluindo o TikTok, e comércio eletrônico, onde tenta competir com empresas como a Amazon e Shein.

publicidade

Assim, os investimentos da companhia ficarão focadas apenas nesses dois setores. Pelo menos por enquanto. O objetivo é recuperar o ímpeto de crescimento global a partir do aumento da receita.

No primeiro semestre deste ano, a ByteDance cresceu cerca de 37% em relação ao ano anterior, atingindo uma receita de mais de US$ 53 bilhões, aproximadamente R$ 260 bilhões. A Meta, por exemplo, teve quase US$ 61 bilhões, cerca de R$ 300 bilhões, no mesmo período.