A startup americana de tecnologia de defesa Anduril criou uma solução de baixo custo para enfrentar ameaças aéreas: o Roadrunner. Se trata de uma pequena aeronave autônoma de decolagem e pouso vertical (VTOL) movida a jato capaz de seguir e neutralizar alvos.

Leia mais:

Como é o drone militar autônomo

O drone a jato foi construído em resposta ao surgimento de mais armas aéreas autônomas e de movimento rápido que podem ser produzidas em grande escala, diz a startup. O modelo é diferente que os demais na aparência e também nos recursos.

  • Além de seguir e destruir alvos, o veículo consegue manobrar sozinho e voltar até a base.
  • O diretor de estratégia da Anduril, Chris Brose, compara o drone militar ao foguete Falcon 9 da SpaceX: “Construímos uma arma a jato de combate que pousa como um Falcon 9”, disse.
  • O Roadrunner é reutilizável e também possui uma versão capaz de neutralizar alvos e até transportar uma ogiva.
  • Como o resto da família de drones da Anduril, o Roadrunner pode ser controlado por um software de comando e controle alimentado por IA (o Lettice).

A capacidade de implantar (o drone) recuperá-lo e reutilizá-lo muda completamente como os operadores podem lutar. Hoje, eles têm um número limitado de drones interceptadores e, se decidirem atacar, não conseguirão recuperá-lo

Chris Brose, diretor de estratégia da Anduril

Também há outras melhorias importantes em relação a outras soluções, diz a Anduril, como tempo de lançamento e decolagem mais rápido, capacidade de carga útil em média três vezes maior, alcance efetivo até dez vezes maior e capacidade de manobra superior. 

publicidade

A empresa diz que trabalha em estreita colaboração com “um parceiro não identificado do governo dos EUA” desde que começou a projetar o Roadrunner há cerca de dois anos.