Cada vez mais presente em nosso dia-a-dia, as inteligências artificiais estão ocupando cada espaço do nosso cotidiano. A mais conhecida e usada, o GPT (Generative Pre-trained Transformer) em sua versão de usuário denominada ChatGPT tem tomado o centro das discussões com sua capacidade de gerar textos e responder a estímulos. Mas será que pagar por uma assinatura do ChatGpt vale a pena?

Leia mais:

O ChatGPT foi lançado publicamente em junho de 2020 pela OpenAI, disponibilizando inicialmente uma versão gratuita para todos os usuários explorarem. Desde então, graças ao uso constante dos usuários, o modelo evoluiu e, em fevereiro de 2023, foi lançada a opção de assinatura para oferecer uma experiência aprimorada aos usuários dispostos a investir na versão paga.

Para o usuário comum, talvez a assinatura do ChatGPT não seja realmente necessária, os preços altos para o uso da plataforma podem soar proibitivos para a maioria dos usuários, apesar de a versão paga apresentar vantagens como maior precisão nas respostas, e uma base de dados atualizada constantemente.

publicidade

Recentemente o ChatGPT foi conectado à internet, fornecendo resultados atualizados aos prompts e evitando a chamada “Alucinação de IA”, que ocorre quando a inteligência artificial não consegue achar uma resposta em suas bases de dados e acaba criando conteúdos similares ao que ela deveria apresentar, mas que não são reais.

Outra vantagem para o usuário comum é a segurança dos dados, atualmente a OpenAI é bastante transparente sobre o uso dos dados de usuários. Deixando clara a opção de vetar o uso dos conteúdos inseridos pelo usuário premium, no aprimoramento da plataforma. Sendo uma das únicas empresas do ramo que oferecem esse essa opção.

Reprodução

Opções para empresas

Com um conjunto de serviços mais completos e uma estrutura de inteligência artificial mais aprimorada. A experiência paga do ChatGPT possui integrações que podem favorecer o uso empresarial da plataforma.  As opções para o uso comercial são um atrativo para aqueles que buscam integrar o ChatGPT em seus próprios produtos ou serviços.

O leque de possibilidades de uso da plataforma para negócios incluem Assistência ao Cliente, Geração de Conteúdo e Automatização de Tarefas. O ChatGPT Enterprise pode ser integrado em sistemas automatizados para realizar tarefas linguísticas, como análise de sentimentos em feedbacks de clientes, geração de resumos automáticos, entre outros.

Outra vantagem apresentadas pelo acesso pago é a capacidade de gerar aplicações baseadas nas formas mais modernas do GPT, que podem ser integradas, por exemplo, em chatbots para atendimento ao cliente, ou automatização inteligente de tarefas. Facilitando a gestão de informação em ambientes empresariais.

O ChatGPT com certeza veio para mudar como nos comunicamos, geramos conteúdo e gerimos processos de trabalho. Ao considerar a migração para a versão paga, o usuário deve levar em consideração a sustentabilidade econômica do uso da plataforma, bem como as suas necessidades. Para o usuário comum que usa apenas o chatbot para executar funções simples, a versão paga pode não ser a melhor opção. Já que apesar de bastante limitado, o ChatGPT já é capaz de suprir várias necessidades básicas.

ia apple
Imagem: SomYuZu / Shutterstock.com

Para o entusiasta de inteligências artificiais ou empresas, a versão paga mais completa pode sim ser um bom investimento, já que a capacidade de usar a inteligência do GPT para gerir grandes quantidades de dados é um diferencial para qualquer ambiente de trabalho dinâmico.

Mas no fim das contas a decisão cabe ao usuário decidir da assinatura do ChatGPT vale a pena. É necessário por na balança o valor que vai ser investido mensalmente em relação ao o uso real que vai usufruir da plataforma, a decisão. E você pagaria para usar o ChatGPT?