A China emitiu, nesta terça-feira (5), novas diretrizes de segurança para o uso de veículos autônomos (AVs) no transporte público. De acordo com o Ministério dos Transportes do país, as regras se aplicam a AVs para passageiros, incluindo os famosos táxis da Baidu, e também para cargas, conforme relatou a Reuters. 

O que você precisa saber: 

  • As diretrizes abrangem veículos com vários graus de automação e exigem que transportem pelo menos um motorista ou inspetor de segurança; 
  • Empresas que utilizam veículos autônomos no transporte público deverão ser qualificadas e licenciadas para operar; 
  • Companhias de transportes e montadoras podem trabalhar em conjunto para as operações; 
  • As novas regras são as mais recentes de uma série de medidas de preparação para o aumento do uso de carros sem motorista na China; 
  • O país é o maior mercado automobilístico do mundo e tem mapeado padrões e regulamentações para a direção autônoma.   

Leia mais! 

As diretrizes podem acelerar a adoção de tecnologias de condução autônoma na China com uma abordagem mais pragmática, regulamentando montadoras e operadores de frota. Ao contrário dos seus pares norte-americanos, os reguladores chineses não perseguem diretamente os desenvolvedores de software, que são mais difíceis de regular. 

Xue Jiancong, presidente da unidade de inovação da empresa de logística chinesa FOR-U Smart Freight. 

Conforme pontuou a Reuters, o plano da China é formular um sistema que apoiará funções de condução assistida e autônoma até 2025, além de estabelecer um sistema de garantia de segurança até 2030. 

publicidade

Vale lembrar que, avançando ainda mais em um mercado no qual já lidera, o país aprovou em novembro ‘testes rodoviários’ com veículos inteligentes conectados (ICVs) — ônibus tecnológicos em determinadas áreas urbanas. O objetivo é se tornar o principal interveniente global também nessa indústria nascente. 

Carros elétricos: China bate recorde de vendas (de novo) 

Reforçando seu sucesso no mercado de elétricos, neste início de dezembro, a China alcançou, mais uma vez, o recorde de vendas mensais de EVs — foi o terceiro mês consecutivo. Veja detalhes aqui