A startup Beeper lançou, nesta terça-feira (05), o Beeper Mini: um aplicativo que realmente traz o iMessage, da Apple, para celulares Android. Ao abrir o aplicativo, ele analisa todas as suas conversas de mensagem de texto, identifica quais são de usuários do iMessage – em iPhones no Brasil, é o app “Mensagens” – e as converte para conversas com balões azuis.

Para quem tem pressa:

  • A startup Beeper lançou o Beeper Mini, um aplicativo que traz o iMessage da Apple para celulares Android;
  • O Beeper Mini não apenas altera a estética das mensagens, mas também permite que usuários Android enviem mensagens para contatos que tenham iPhone (e/ou iPad) por meio do iMessage;
  • Segundo testes realizados pelo editor do site The Verge, o aplicativo funcionou surpreendentemente bem, com mensagens e recursos do iMessage operando sem problemas.
  • Diferente de outros serviços que tentam emular o iMessage no Android, o Beeper Mini envia mensagens diretamente para os servidores da Apple. Outras implementações do iMessage por terceiros geralmente retransmitem mensagens por meio de um Mac hospedado na nuvem, o que levanta preocupações de segurança.
  • Os desenvolvedores do Beeper Mini descobriram como registrar um número de telefone com o iMessage, enviar e receber mensagens diretamente dos servidores da Apple. O processo envolveu a desconstrução do sistema de mensagens da Apple e a criação de um código novo para reproduzir tudo no aplicativo Android.
  • O CEO da Beeper enfatiza que o aplicativo é seguro, ressaltando que o aplicativo não acessa mensagens, contatos ou senhas do Apple ID dos usuários.

Essa conversão não é apenas estética. A partir do momento que ela acontece, sempre que o usuário enviar mensagens para alguém que tenha iPhone (e/ou iPad) por meio do Beeper Mini, estará literalmente usando o iMessage. E o que escreve Jacob Kastrenakes, editor do site The Verge, que tem testado o app há semanas.

Leia mais:

Tenho usado o aplicativo nas últimas semanas e fiquei surpreso com o quão bem ele funciona. Mensagens enviadas do Beeper Mini no meu Pixel 8 aparecem como balões azuis nos iPhones de amigos e familiares. Chats em grupo nos quais estou automaticamente mudaram para iMessage assim que alguém enviou um meme. Reações, threads, fotos e vídeos (sem a compressão desordenada de mensagens de texto) chegaram sem problemas. A melhor coisa que posso dizer sobre o Beeper Mini é que quase ninguém notou que eu estava usando: os balões azuis simplesmente começaram a aparecer — sem mensagens perdidas.

Trecho do artigo escrito por Jacob Kastrenakes, editor do site The Verge

iMessage no Android

Montagem com telas do Beeper Mini que mostram iMessage no Android
(Imagem: Divulgação)

O Beeper Mini se junta a uma lista crescente de aplicativos que tentam emular a experiência do iMessage no Android. Mas Eric Migicovsky, CEO da startup, insiste que o Beeper Mini não é como os outros serviços: ele realmente envia mensagens por meio do iMessage, por mais que este, em tese, seja exclusivo para dispositivos da Apple.

publicidade

Outros serviços – incluindo a implementação anterior do iMessage pelo Beeper – retransmitiam mensagens por meio de um Mac hospedado na nuvem. Isso traz problemas reais de segurança. O Beeper Mini evita alguns desses problemas porque opera de maneira fundamentalmente diferente.

Seus desenvolvedores descobriram como registrar um número de telefone com o iMessage, enviar mensagens diretamente para os servidores da Apple e receber mensagens de volta para seu telefone nativamente dentro do aplicativo. Foi um processo complicado que envolveu desconstruir o pipeline de mensagens da Apple do início ao fim.

A equipe do Beeper teve que descobrir para onde enviar as mensagens, como as mensagens deveriam parecer e como puxá-las de volta da nuvem. A parte mais difícil, disse Migicovsky, foi decifrar o que é essencialmente o cadeado da Apple em todo o sistema: uma verificação para ver se o dispositivo conectado é um produto genuíno da Apple.

iMessage
(Imagem: Divulgação)

“Nós fizemos jailbreak em iPhones e mergulhamos fundo no OS [sistema operacional] para ver como tudo funcionava. Depois, escrevemos um novo código do zero para reproduzir tudo dentro do nosso aplicativo Android”, explicou Migicovsky.

O resultado, segundo o CEO, é uma implementação de terceiros do iMessage que é realmente segura: o Beeper não vê as mensagens, contatos nem senha do Apple ID (nem mesmo exige login) dos usuários. Ele está, segundo ele, apenas se conectando aos servidores da Apple como um iPhone faria.

Migicovsky sabe que a segurança será a grande questão na mente dos usuários em potencial. Para abordar essas preocupações, Migicovsky diz que o código do iMessage do Beeper será aberto para que outros possam revisar. O CTO do Beeper, Brad Murray, também passou algum tempo tentando quebrar o sistema como se fosse um hacker e tem publicado suas descobertas.

A Apple não respondeu ao pedido de comentário do site sobre aplicativos de terceiros para o iMessage.