Meta e International Business Machines (IBM) lançaram uma coalizão de mais de 50 empresas de inteligência artificial e instituições de pesquisa, chamada AI Alliance, que está promovendo um modelo chamado de “aberto” para a inteligência artificial (IA), buscando ganhar destaque em um mercado em rápido crescimento.

O que você precisa saber:

  • A AI Alliance (Aliança da IA, em tradução livre), cujos membros incluem Intel, Oracle, Sony, Linux Foundation, Universidade Cornell, National Science Foundation e até a NASA, afirmou que está reunindo recursos para apoiar “inovação aberta e ciência aberta” na área de IA.
  • Seus membros apoiam amplamente o código aberto, uma abordagem na qual a tecnologia é compartilhada gratuitamente e se baseia em uma história de colaboração entre gigantes da tecnologia, acadêmicos e um movimento fervoroso de programadores independentes.
  • A IBM revelou que trabalha desde agosto com a Meta para reunir organizações que não estiveram tanto em evidência como a OpenAI, disse Darío Gil, vice-presidente sênior da IBM e diretor da IBM Research.

Francamente, temos ficado um pouco insatisfeitos com o debate geral e as discussões sobre IA ao longo do último ano. Não sentimos que refletiu a diversidade do ecossistema que torna possível este momento da IA.

Darío Gil, vice-presidente sênior da IBM e diretor da IBM Research, ao The Wall Street Journal

Leia mais:

Modelo fechado x modelo aberto

Desde o lançamento do ChatGPT da OpenAI há um ano, a inteligência artificial generativa tem dominado a narrativa tecnológica. A OpenAI e seus concorrentes, como Anthropic e Cohere, lideraram em grande parte o desenvolvimento de modelos avançados de IA construídos como sistemas fechados ou proprietários, gerenciados por seus criadores e que exigem pagamento das empresas pelo uso.

Muitos dos membros da aliança são empresas que possuem seus próprios produtos de IA, mas estão lutando para acompanhar a atenção direcionada à OpenAI e seu parceiro de investimento, a Microsoft.

publicidade

Para muitas delas, as receitas provenientes da tecnologia empresarial impulsionam grande parte de seu crescimento. As empresas em todo o mundo devem gastar quase US$ 16 bilhões apenas este ano em soluções de IA generativa, de acordo com uma previsão da empresa de pesquisa International Data Corp., com os gastos atingindo US$ 143 bilhões até 2027.

A taxa de crescimento anual composta da IA generativa será quase 13 vezes a dos gastos mundiais com TI no mesmo período de quatro anos, de 2023 a 2027, segundo o IDC (via WSJ).

IBM e inteligência artificial

ibm
Imagem: Laborant / Shutterstock.com

Embora a própria história da IBM em IA tenha sido prejudicada pelo fracasso de seu sistema Watson, Gil disse que seu novo sistema Watsonx é uma plataforma totalmente nova. Assim como a IBM, a Meta desenvolveu seus próprios modelos de IA, mas ficou para trás nos últimos anos. A gigante da tecnologia buscou reivindicar sua posição no acalorado mercado de IA como um sistema de código aberto por meio de seu modelo de IA Llama 2.

Desde a agitação na OpenAI no final de novembro, as empresas querem ter mais fornecedores de produtos de IA para diminuir o risco de trabalhar com um único fornecedor e estão explorando outros sistemas de IA como alternativas viáveis.

O lançamento da AI Alliance destaca essa mensagem, disse Gil da IBM ao The Wall Street Journal. “Esta outra forma é uma abordagem muito mais distribuída, mas muito mais resiliente, porque nenhuma instituição específica pode atrapalhar o sucesso do motor aberto”, disse ele.

AI Alliance

A proposta pode ser convincente para as empresas que buscam mais fornecedores para trabalhar, disse Ritu Jyoti, vice-presidente do grupo de IA mundial da IDC. Mas “tudo dependerá de como eles executam”. Por exemplo, a AI Alliance precisará de uma solução composta por hardware de IA integrado, software e outras ferramentas que facilitem o uso de vários sistemas de IA, afirmou.

A fabricante de chips Advanced Micro Devices, que visa conquistar uma parte da dominância da Nvidia em chips de IA, disse que apoiará um ecossistema de IA aberto com seu hardware e que ela, juntamente com outros membros da aliança, construirá o software que permite às empresas usar seus chips. A empresa está prestes a destacar chips aceleradores de IA nesta semana, que Norrod da AMD disse serem uma “alternativa robusta” às ofertas da Nvidia.

A ServiceNow, fabricante de software empresarial com ambições próprias em IA, disse que sua equipe de pesquisa de 50 pessoas em AI participará da AI Alliance, trabalhando no avanço científico aberto de sistemas de IA, mostrando aos clientes que têm escolha, disse Jeremy Barnes, vice-presidente de produto AI da ServiceNow.

Se você acha que o futuro da IA será determinado por duas, três ou cinco instituições, você está enganado. Espero que isso dê mais clareza e confiança de que o mundo da inovação aberta é um mundo para apostar.

Darío Gil, vice-presidente sênior da IBM e diretor da IBM Research, via WSJ

A aliança está focada em seis áreas, incluindo regulamentação e segurança, como iniciativas de curto prazo. Gil disse que em breve lançará uma ferramenta de benchmarking para segurança de IA e validação de modelos.

Membros

Lançada por IBM e Meta, a AI Alliance também é composta pelos seguintes parceiros e colaboradores:

  • Agency for Science, Technology and Research (A*STAR)
  • Aitomatic
  • AMD
  • Anyscale
  • Cerebras
  • CERN
  • Cleveland Clinic
  • Cornell University
  • Dartmouth
  • Dell Technologies
  • Ecole Polytechnique Federale de Lausanne
  • ETH Zurich
  • Fast.ai
  • Fenrir, Inc.
  • FPT Software
  • Hebrew University of Jerusalem
  • Hugging Face
  • IBM
  • Abdus Salam International Centre for Theoretical Physics (ICTP)
  • Imperial College London
  • Indian Institute of Technology Bombay
  • Institute for Computer Science, Artificial Intelligence
  • Intel
  • Keio University
  • LangChain
  • LlamaIndex
  • Linux Foundation
  • Mass Open Cloud Alliance, operated by Boston University and Harvard
  • Meta
  • Mohamed bin Zayed University of Artificial Intelligence
  • MLCommons
  • National Aeronautics and Space Administration
  • National Science Foundation
  • New York University
  • NumFOCUS
  • OpenTeams
  • Oracle
  • Partnership on AI
  • Quansight
  • Red Hat
  • Rensselaer Polytechnic Institute
  • Roadzen
  • Sakana AI
  • SB Intuitions
  • ServiceNow
  • Silo AI
  • Simons Foundation
  • Sony Group
  • Stability AI
  • Together AI
  • TU Munich
  • UC Berkeley College of Computing, Data Science, and Society
  • University of Illinois Urbana-Champaign
  • The University of Notre Dame
  • The University of Texas at Austin
  • The University of Tokyo
  • Yale University