O telescópio espacial James Web contribui para a exploração espacial ao fornecer diferentes detalhes sobre corpos celestes e eventos astronômicos presentes no espaço, e uma das dúvidas já sanadas pelo satélite corresponde a idade e localização da galáxia mais antiga do universo. A seguir, confira mais informações sobre o nome, idade e localização deste cosmos.

Leia mais:

Saiba qual é a galáxia mais antiga do universo

galáxia mais antiga do universo JADES-GS-z13-0
Representação da galáxia mais antiga do mundo, intitulada de JADES-GS-z13-0 (Divulgação: NASA)

De início, é importante ressaltar que o ser humano não conhece todo o universo e, portanto, só é possível estimar os dados para aqueles detalhes que já são de nosso conhecimento. Assim, quando os estudiosos definiram a galáxia mais antiga, eles fazem referência àquela presente na parte já conhecida do universo.

Mas então, qual o nome da galáxia mais antiga do universo conhecido? Seu nome é JADES-GS-z13-0, possui cerca de 13,48 bilhões de anos e emite a luz registrada como a mais afastada de nosso planeta. Ela surgiu, aproximadamente, há 320 milhões de anos após o Bing Bang e se localiza a 33 bilhões de anos-luz da Terra.

publicidade

Descoberta em 29 de setembro de 2022 pelo telescópio espacial James Webb, ela se encontra na constelação de Fornax e emana uma luz vermelha com altos comprimentos de ondas. Esta última característica indica que a galáxia se afasta da Terra em altíssima velocidade e que se encontra em um patamar muito distante de nosso planeta.

galáxias mais antigas do universo
Galáxias mais antigas encontradas pelo James Webb; dentre elas, a JADES-GS-z13-0 é a mais velha (Divulgação: NASA)

No quesito massa, a JADES-GS-z13-0 é leve se comparada com a Via Láctea, pois detém apenas 100 milhões de massas solares; nossa galáxia, contudo, apresenta 1,5 trilhão de sóis. Apesar disso, é estimado que ela produza estrelas na mesma velocidade que a nossa. Em breve, é provável que mais dados sejam revelados e respondam algumas perguntas essenciais sobre o universo.

Além da JADES-GS-z13-0, outras galáxias muito antigas foram descobertas pelo James Webb (imagem acima). Isso foi possível por meio do espectro infravermelho, o qual detecta ondas invisíveis ao olho nu e que permite analisar a idade dos cosmos por meio de sua luminosidade. Estima-se que durante a formação destas galáxias, o universo tinha apenas 2% de sua idade atual.