A xAI, startup de inteligência artificial de Elon Musk, foi lançada em julho deste ano e agora busca a expansão. Para isso, o empresário quer levantar US$ 1 bilhão, cerca de R$ 5 bilhões, em investimentos. Até agora, quase US$ 135 milhões, mais de R$ 660 milhões, foram obtidos junto a quatro investidores.

Leia mais

xAI: startup de inteligência artificial

  • A xAI foi criada em meio ao boom da inteligência artificial e se define como uma “IA de busca máxima da verdade”.
  • De acordo com o site da startup, a tecnologia se esforça para “entender a verdadeira natureza do universo” e, como tal, é projetado para ser constantemente curiosa, em vez de ter qualquer sensor de moralidade embutido ou programado.
  • Recentemente, foi lançado o chatbot Grok, um concorrente do ChatGPT, da OpenAI, do Bard, do Google, e do Bing AI, da Microsoft, por exemplo.
  • Elon Musk já afirmou que a xAI trabalhará de forma integrada com o X, antigo Twitter, e também estará presente nos veículos elétricos da Tesla.
  • Todas as empresas são de propriedade do bilionário.
  • As informações são da Euronews.
xAi (Imagem: sdx15/Shutterstock)

Busca por novos investimentos

Para tentar atrair novos investidores, Musk promete uma participação de 25% na startup. A equipe da xAI é composta ex-funcionários do Google, OpenAI, Twitter, Tesla e Microsoft, além de pesquisadores de IA da Universidade de Stanford e da Universidade de Toronto, entre outros.

Havia apenas alguns dos melhores engenheiros e cientistas de IA do mundo que estavam dispostos a se juntar a uma startup, mas não estavam dispostos a se juntar a uma grande empresa relativamente estabelecida como a Tesla. Então eu fiquei tipo: ok, melhor uma startup minha do que eles trabalhando em outro lugar. Essa é uma espécie de gênese da xAI.

Elon Musk

A entrada do empresário no setor também foi marcada por polêmicas. Ele acusou outras grandes empresas de tecnologia de estarem excessivamente preocupadas com a censura. No entanto, também alertou que a IA “pode ser uma das maiores ameaças à humanidade”. Além disso, Elon Musk estima que podemos potencialmente ver a IA se tornando mais inteligente do que os humanos em apenas cinco ou seis anos.