As mensagens trocadas no Messenger e no Facebook terão criptografia de ponta-a-ponta, conforme informou a Meta na quarta-feira (06). Com esse tipo de criptografia, que usa um “código especial” para proteger as informações enviadas pela Internet, somente as pessoas envolvidas nas conversas entendem o que está sendo dito.

Para quem tem pressa:

  • A Meta anunciou que as mensagens trocadas no Messenger e no Facebook terão criptografia de ponta-a-ponta;
  • Essa criptografia transforma mensagens em um código secreto no dispositivo do remetente, que só pode ser decifrado pelo dispositivo do destinatário, garantindo que somente as pessoas envolvidas na conversa entendam o conteúdo;
  • Embora o recurso de criptografia já esteja disponível, a Meta informou que pode levar algum tempo para que todas as contas do Messenger sejam atualizadas com essa ferramenta. Anteriormente, o Messenger oferecia a opção de ativar a criptografia, mas agora será ativada por padrão.
  • Segundo a Meta, a criptografia de ponta-a-ponta ajuda a proteger os usuários contra hackers, fraudadores e criminosos, aumentando a segurança nas comunicações online.

Funciona assim: quando você envia uma mensagem, ela é transformada em um código secreto no seu dispositivo. Enquanto viaja pela internet, ninguém, nem mesmo a empresa que fornece o serviço de mensagens (no caso, a Meta), pode ler ou alterar a mensagem. Somente o dispositivo do destinatário, que tem a “chave” para decifrar o código, consegue transformar a mensagem de volta numa forma legível.

Leia mais:

Por mais que o recurso já esteja disponível, a Meta acrescentou que pode levar “algum tempo” para que todas as contas do Messenger sejam atualizadas com a ferramenta. Até então, o Messenger oferecia a opção de ativar a criptografia de ponta-a-ponta. Agora, ela ficará ativada por padrão.

publicidade

Ainda de acordo com a Meta, essa tecnologia pode ajudar a manter os usuários protegidos contra hackers, fraudadores e criminosos. No entanto, esse tipo de encriptação tem sido um ponto de discórdia entre empresas e governos.

Separação das mensagens no Facebook e Instagram

iPhone 15 com Instagram aberto com destaque para ícone de mensagens
(Imagem: Pedro Spadoni/Olhar Digital)

A Meta anunciou que desativará um recurso que permitia aos usuários do Facebook conversar com amigos no Instagram. A integração das mensagens entre as duas plataformas, introduzida em 2020, será descontinuada em meados de dezembro de 2023.

A empresa não especificou os motivos para essa decisão, mas, segundo especulações do 9to5Google, a possibilidade de evitar implicações regulatórias na União Europeia pode ser uma justificativa.

Iniciada em 2019 e implementada um ano depois, a integração permitia a comunicação entre usuários das duas plataformas, semelhante à comunicação entre contas de email de diferentes provedores, como destacou Loredena Crisan, VP do Messenger, na época.