O crescimento da produção de energia limpa nos próximos dois anos nos Estados Unidos será liderado pela solar e pela eólica. A previsão é do relatório “Perspectivas Energéticas de Curto Prazo“, conduzido pela Administração de Informação sobre Energia dos EUA (EIA),

Previsões

  • As previsões da EIA indicam que a energia solar e eólica serão as que mais vão crescer nos Estados Unidos nos próximos dois anos.
  • Os projetos de geração de energia solar de 2024 devem aumentar a produção em 75% até 2025, passando de 163 bilhões de quilowatts-hora (kWh) em 2023 para 286 bilhões de kWh.
  • Até o final de 2024, a geração solar deve aumentar sua capacidade em 38%, atingindo 131 gigawatts (GW), em comparação com os 95 GW no final de 2023.
  • Para a energia eólica, espera-se um crescimento de 11%, de 430 bilhões de kWh em 2023 para 476 bilhões de kWh em 2025. No ano de 2024, a previsão é que ela se mantenha estável em 156 GW.

O início da operação de projetos de energia eólica e solar no final do ano geralmente impacta as previsões de crescimento da geração para o ano seguinte, conforme observado pela EIA.

Leia mais:

Gás natural, energia nuclear e carvão

Ao contrário da energia limpa, as previsões para a geração de energia a partir do gás natural, carvão e a nuclear mostram estabilidade ou queda.

publicidade
  • A energia nuclear permanecerá estável, com um aumento previsto de 776 bilhões de kWh em 2023 para 797 bilhões de kWh em 2025.
  • O gás natural continuará liderando a produção nos Estados Unidos, mantendo-se em torno de 1.700 bilhões de kWh anuais em 2024 e 2025, como no ano anterior.
  • Já o carvão deve perder espaço e diminuir 18%, passando de 665 bilhões de kWh para 548 bilhões de kWh.

Como está a produção de energia limpa atualmente?

As fontes renováveis de energia – eólica, solar, hídrica, biomassa e geotérmica – representaram 22% (874 bilhões de kWh) de toda a produção de 2023 nos Estados Unidos, que totalizou 4.017 bilhões de kWh de energia. Em 2021, a energia limpa superou a nuclear, e no ano seguinte, o carvão.