Os cientistas da British Antarctic Survey estão de olho na trajetória que está fazendo o enorme iceberg A23a. Por meio de uma animação, gerada a partir de imagens do satélite Copernicus Sentinel-3, que vem rastreando o A23a, foi observado que o grande bloco de gelo está se movendo ao norte, deixando o mar de Weddell, na Antártica.

O iceberg pode ser visto ao lado do rastro de outros grandes icebergs, o A68 e A76a.

Leia mais:

“O iceberg está seguindo um caminho muito semelhante e estaremos interessados ​​em ver se ele também fica preso no mesmo lugar que os icebergs anteriores, que giram em círculos por várias semanas antes de seguir em frente”, declarou Andrew Fleming, chefe de mapeamento da British Antarctic Survey.

publicidade

Iceberg se moveu no final de 2023

  • Em novembro do ano passado, o A23a já havia despertado a atenção de cientistas e mídia;
  • Ele saiu do setor do Mar de Weddell para o Oceano Antártico;
  • O iceberg se encontrava, até então, encalhado no fundo do mar desde que se separou da plataforma de gelo Filchner, em 1986.

Em expedição para averiguar o A23a, cientistas estiveram a bordo de um navio de pesquisa e coletaram amostras da água do mar naquela região. Imagens captadas durante a viagem mostraram o tamanho colossal do iceberg, que chega a 3.900 quilômetros quadrados.

Andrew Meijers, cientista-chefe a bordo do navio de pesquisa e líder científico dos oceanos polares da British Antarctic Survey, comentou a experiência de ver o A32a de perto:

É uma sorte incrível que a rota do iceberg saindo do Mar de Weddell tenha ficado diretamente no nosso caminho planejado, e que tínhamos a equipe certa a bordo para aproveitar esta oportunidade. Temos sorte de que a expedição do A23a não tenha interferido nos prazos apertados de nossa missão científica, pois é incrível ver este enorme iceberg pessoalmente – ele se estende até onde a vista alcança.