Nova dona da holding Activision Blizzard, a Microsoft não precisou ir muito longe para encontrar um comandante para a subsidiária Blizzard. Segundo a Reuters, Johanna Faries, ex-gerente geral do Call of Duty, é a nova presidente da editora de games eletrônicos. 

O que você precisa saber: 

  • A Activision Blizzard também surgiu de uma fusão, essa realizada em 2008; 
  • Assim, os comandos da Activision e da Blizzard funcionam separados, mas respondendo a um mesmo negócio — a Blizzard entrou como uma subsidiária; 
  • A nomeação de Faries para comandar a Blizzard ocorre logo após a saída de Mike Ybarra, que deixou o cargo de CEO em meio as demissões da semana passada na divisão de jogos da Microsoft; 
  • A Activision Blizzard e o setor da Xbox foram amplamente atingidos, com 1.900 demissões; 
  • A executiva lidera as operações do Call of Duty desde 2018. Ela inicia oficialmente na nova função em 5 de fevereiro. 

Leia mais! 

Para acalmar os funcionários de ambas as empresas, Activision e Blizzard, Faries esclareceu em um e-mail interno para a equipe que sabe que a “Activision, Blizzard e King [outra subsidiária] são empresas decididamente diferentes, com jogos, culturas e comunidades distintas”.

publicidade

Ela pontuou estar “assumindo esta função com sensibilidade a essas dinâmicas e profundo respeito pela Blizzard”, tudo isso “à medida que avançamos para começar a explorar levando nossos universos a alturas ainda mais altas”.

Estou comprometida em fazer tudo o que puder para ajudar a Blizzard a prosperar, com cuidado e consideração por vocês e por nossos jogos, cada um único e especial por direito próprio. 

Johanna Faries, nova CEO da Blizzard, em e-mail aos funcionários. 

Em comunicado divulgado no X, a executiva ressaltou ainda que Diablo 4, da Blizzard, agora também faz parte de sua atual rotação de jogos, sendo prioridade ao lado de Call of Duty e Baldur’s Gate 3.