Mais informações sobre a chegada do BYD Dolphin Mini no Brasil foram reveladas esta semana. A primeira é sobre o lançamento, que deve acontecer oficialmente no dia 29 de fevereiro (uma quinta-feira). A estimativa de preço do compacto de entrada também foi revelado.

Confira o que já foi divulgado sobre o modelo até aqui.

Leia mais:

O BYD Dolphin Mini

O Dolphin Mini será vendido por aqui em duas versões, a de entrada abaixo dos R$ 100 mil, ou seja, o modelo tem tudo para tomar a coroa de carro elétrico mais barato do Brasil. Na China, ele é chamado de Seagull e também é o carro elétrico mais barato da BYD.

publicidade

Para efeito de comparação, o porte é similar ao de nomes conhecidos no Brasil, como Hyundai HB20 e Renault Kwid.

BYD Seagull
BYD Seagull será vendido no Brasil como Dolphin Mini. Imagem: BYD / Divulgação
BYD Seagull
O interior do BYD Seagull. Imagem: BYD / Divulgação
  • Dimensões: 3,78 m de comprimento, 1,71 m de largura, 1,54 m altura e 2,5 m de entre-eixos.
  • Peso: 1.160 kg (porta-malas de 230 litros).
  • Potência: 75 cavalos e até 13,8 kgfm de torque; 0 a 100 km/h em 14,9 segundos; velocidade máxima de 130 km/h
  • Tração dianteira, direção elétrica e freios a disco nas quatro rodas.
  • Bateria de fosfato de ferro-lítio (38,8 kWh ou 30 kWh) e autonomia estimada de 405 km e 305 km, respectivamente (ciclo chinês).
  • Carregamento: (AC) a 6,6 kW e (DC) a 40 kW.
  • Cores: preto, branco, verde e rosé.

O que vem no Dolphin Mini?

A lista de equipamentos inclui itens como seis airbags, rodas aro 16, faróis e lanternas de led, central multimídia de 10,1″ (ainda sem Android Auto e Carplay) e carregador sem fio.

Preço e disponibilidade

O BYD Dolphin Mini deve ser lançado oficialmente no fim de fevereiro em duas versões. A de entrada a partir de R$ 99.800 e a mais completa e com mais bateria por R$ 114.800.

A montadora vai oferece um lote inicial de 2 mil unidades (todas para quatro ocupantes). O próximo lote terá exemplares com cinco lugares.

O preço agressivo visa repetir a mesma receita de sucesso do irmão maior. O Dolphin foi lançado em junho passado e iniciou um movimento de reajustes de preços no mercado nacional. Como resultado, o hatch da BYD encerrou 2023 como o carro elétrico mais vendido do ano.

Com informações da Quatro Rodas.