Nos bastidores da indústria global de tecnologia, uma cidade chinesa está lentamente emergindo como um protagonista influente no cenário dos semicondutores: Wuxi. Localizada estrategicamente entre as cidades pulsantes de Shanghai e Nanjing, a cidade testemunha um crescimento notável em sua indústria manufatureira, mas é no campo da tecnologia de chiplets que ela realmente se destaca.

Tal protagonismo foi destacado em um artigo do MIT Technology Review. Com uma história que remonta aos anos 60, quando o governo chinês estabeleceu uma fábrica de wafers estatal na região, Wuxi tem sido um ponto focal da indústria de semicondutores há décadas. No entanto, foi nos últimos anos que a cidade começou a atrair atenção internacional, à medida que se tornava um centro de excelência na fabricação e embalagem de chips.

Leia mais:

O que são chiplets?

Chiplets são uma abordagem revolucionária na fabricação de chips que envolve dividir os circuitos de um chip em módulos independentes. Esses módulos, conhecidos como chiplets, são então fabricados separadamente e posteriormente interconectados para formar um chip completo. Essa técnica permite uma produção mais flexível e eficiente, reduzindo os custos de design e aumentando o desempenho dos chips. Além disso, os chiplets oferecem uma solução viável para contornar as restrições comerciais e sanções governamentais, permitindo que empresas maximizem suas tecnologias existentes e mantenham a competitividade no mercado.

Os chiplets

  • A ascensão dos chiplets, uma abordagem revolucionária na fabricação de chips que divide os circuitos em módulos independentes, está impulsionando ainda mais o crescimento de Wuxi.
  • Em um mundo onde restrições comerciais e sanções governamentais tornaram difícil para as empresas chinesas adquirirem tecnologias de chips de ponta, os chiplets representam uma solução promissora.
  • Empresas como Huawei têm se voltado para os chiplets como uma forma de contornar as barreiras impostas pelas sanções internacionais, empilhando módulos de chip menos avançados para manter sua competitividade no mercado.
  • E é aqui que Wuxi entra em cena, com sua expertise consolidada em embalagem de chips e uma infraestrutura robusta de fabricação.

O protagonismo de Wuxi

A recente iniciativa de Wuxi de se posicionar como o “Vale do Silício dos chiplets” é um testemunho do compromisso da cidade em liderar a próxima fase da revolução dos semicondutores. Com investimentos substanciais em subsídios para empresas de tecnologia e a criação de instituições de pesquisa dedicadas ao desenvolvimento de chiplets, Wuxi está pavimentando o caminho para um futuro onde os chiplets desempenharão um papel central na indústria de semicondutores.

publicidade

Enquanto o mundo continua a olhar para o Vale do Silício como o epicentro da inovação tecnológica, a ascensão de Wuxi como um hub emergente de chiplets é um lembrete poderoso do papel cada vez mais importante que a China desempenha no cenário global de tecnologia.