A Samsung anunciou nesta sexta-feira (09) que seu recurso de monitoramento de apneia de sono no Galaxy Watch foi aprovado pela Food And Drug Administration (FDA) nos Estados Unidos. O Samsung Health Monitor usa o relógio inteligente e um smartphone compatível para ajudar a diagnosticar a condição, e deve começar a ser comercializado na Coreia já no início deste ano.

Leia mais:

Aprovação do novo recurso do Galaxy Watch

Os recursos de saúde dos relógios inteligentes têm se tornado cada vez mais importantes para as empresas de eletrônicos. Um exemplo claro é a Apple, que se envolveu em um caso judicial relacionado à tecnologia de frequência cardíaca dos Apple Watches (saiba mais aqui).

A Samsung anunciou uma atualização no app Health Monitor para incluir o monitoramento de apneia do sono em outubro do ano passado (o Olhar Digital reportou aqui). Na época, o recurso já havia sido aprovado pelo Ministério de Segurança Alimentar e Medicamentos da Coreia e estava previsto para chegar nos aparelhos Galaxy Watch por lá no início de 2024.

publicidade

Agora, a empresa de eletrônicos comunicou que a tecnologia também recebeu aprovação da agência regulatória dos EUA e chegará aos dispositivos no terceiro trimestre.

Pessoa com dedo estendido para tocar na tela do Samsung Galaxy Z-Flip
(Imagem: Divulgação/Samsung)

Apneia do sono

  • A apneia do sono não é incomum, mas pode ser grave. A condição faz com que as pessoas obstruam a garganta e, como consequência, parem de respirar durante o sono.
  • Se acontecer por longos períodos, pode resultar em interrupção no fornecimento do oxigênio.
  • Isso, por sua vez, tem consequências desde as mais leves, como má qualidade do sono, até as mais graves, como hipertensão, infarto e AVC.
  • De acordo com a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, 32,8% da população da cidade de São Paulo tinha apneia do sono.
  • No entanto, apesar de comum, a condição ainda é difícil de diagnosticar e depende de acompanhamento médico constante.
Homem dormindo com feição de tranquilidade e segurando o edredom
(Imagem: Pexels)

Detecção de apneia do sono no Galaxy Watch

O recurso vem para ajudar usuários do Samsung Galaxy Watch a detectar a condição antes que ela se torne grave.

A empresa anunciou que a atualização serve para usuários com mais de 22 anos que não foram diagnosticados com apneia obstrutiva do sono (AOS) (o caso mais comum) moderada a grave.

O dispositivo monitora o sono duas vezes durante mais de quatro horas por 10 dias, usando o Sensor BioActive do Galaxy Watch para monitorar os níveis de oxigênio no sangue. Assim, identifica a obstrução moderada, analisa os índices do oxigênio e detecta o Índice de Apneia-Hipopneia (o número de ocorrências por hora, que ajuda a dizer quão grave a condição é).

Depois, avalia se a pessoa apresenta os sintomas de apneia do sono ou não.