Uma equipe de pesquisadores franceses do Laboratório de Fotônica, Numérica e Nanociências (LP2N) desenvolveu uma inovadora tecnologia de lentes que pode mudar a forma como vemos o mundo. Em vez de seguir o padrão convencional das lentes tradicionais, essas novas lentes adotam uma forma espiral, proporcionando múltiplos pontos focais e uma visão mais clara em uma variedade de distâncias.

Chamadas de “diópteros espirais”, essas lentes têm a capacidade de criar três diferentes pontos focais no campo de visão. Ao contrário das lentes multifocais tradicionais, que podem ter distorções ou problemas de adaptação, as espirais mantêm sua eficácia sob diversas condições de luz e independente do tamanho da pupila.

Leia mais:

O segredo por trás dessa inovação está no design espiral, que gera um fenômeno conhecido como “vórtice óptico”, fazendo com que a luz se comporte de forma semelhante à água em um redemoinho. Esse padrão único permite uma visão mais nítida e precisa em uma ampla gama de situações.

As novas lentes

  • Os pesquisadores moldaram as lentes em espiral utilizando técnicas avançadas de usinagem digital, possibilitando ajustar a qualidade da lente alterando o número de voltas na espiral.
  • Testes realizados mostraram que as imagens parecem mais definidas em várias distâncias e condições de iluminação, indicando um potencial significativo para melhorar a qualidade da visão.
  • Embora as lentes espirais não proporcionem uma visão perfeita em todas as distâncias, elas representam um avanço importante na correção visual, oferecendo uma visão decente em toda a gama, sem os extremos de nitidez e desfoque das lentes tradicionais.
  • Além de beneficiar indivíduos com problemas de visão, essa nova tecnologia pode ter aplicações em outras áreas, como em tecnologias de imagem compactas, dispositivos vestíveis e sistemas de sensoriamento remoto para drones ou veículos autônomos.
  • Com sua capacidade de melhorar a profundidade de visão sob condições variáveis de iluminação, as lentes espirais têm grande potencial oftalmológico e tecnológico.