O período de 14 dias para devolução do Apple Vision Pro se encerrou na sexta-feira (16) para quem comprou o headset de realidade mista no dia do seu lançamento. Um relatório divulgado no fim de semana não traz a porcentagem de compradores que devolveram o aparelho, mas lança luz sobre as razões para as devoluções.

Para quem tem pressa:

  • O prazo de 14 dias para devolver o Apple Vision Pro após o lançamento encerrou na sexta-feira (16). E relatórios indicam que a taxa de devolução varia entre média a acima da média, dependendo da localização da loja, segundo Mark Gurman, para a Bloomberg;
  • Agora, a Apple procura entender as razões por trás devoluções do Vision Pro, instruindo funcionários a questionarem os clientes e a reportarem os problemas;
  • Entre as razões citadas para devolver o Vision Pro estão o peso e desconforto do aparelho, falta de aplicativos e conteúdo, brilho excessivo dos displays e o isolamento causado pelo uso do aparelho;
  • Para Gurman, a experiência de demonstração na loja, cuidadosamente curada pela Apple, pode ter criado expectativas altas que não se alinham ao uso diário do Vision Pro. Resultado: consumidores decepcionados.

Mark Gurman, da Bloomberg, tentou ter uma noção da dimensão das devoluções. “A Apple não comentou sobre a taxa de devolução do Vision Pro, mas dados de fontes em lojas de varejo sugerem que provavelmente está em algum lugar entre média e acima da média comparado a outros produtos – dependendo do local.”

Leia mais:

Gurman também escreveu que algumas lojas menores registraram “uma ou duas” devoluções por dia. No entanto, ele acrescenta que locais maiores tiveram “tantas quanto mais de oito devoluções em um único dia.”

publicidade

Razões para devolver Apple Vision Pro

Homem usando Apple Vision Pro e olhando para três janelas de aplicativos abertas na sua frente
(Imagem: Divulgação/Apple)

O que Gurman descobriu é que a Apple quer entender as razões para as devoluções. “Quando os clientes devolvem os Vision Pros, os funcionários do varejo os questionam sobre o que deu errado. Os funcionários também foram instruídos a relatar a um gerente após cada devolução para que quaisquer preocupações possam ser repassadas para a sede [da Apple].”

Ele também conversou com “mais de uma dúzia” de pessoas que devolveram suas unidades do Apple Vision Pro. Embora seja uma amostra muito pequena, Gurman disse que muitos deles citaram uma ou mais das cinco razões abaixo:

  • O aparelho é muito pesado, muito incômodo de administrar, causa dor de cabeça e desconforto;
  • A atual falta de aplicativos e conteúdo de vídeo não justifica o preço;
  • Os recursos de produtividade não tornam as pessoas mais produtivas do que apenas usar um monitor externo normal com um Mac – e são difíceis de usar por longos períodos;
  • Os displays têm muito brilho, o campo de visão é muito estreito, e o dispositivo causa tensão ocular e problemas de visão;
  • O produto pode fazer os usuários se sentirem isolados da família e amigos. Experiências compartilhadas significativas ainda não existem, e não é fácil compartilhar o Vision Pro com outros por exigir ajuste preciso.

Um fator que Gurman sugere que pode contribuir para a decepção dos consumidores é a experiência de demonstração cuidadosamente curada que a Apple fornece na loja. Isto é, os usuários percebem que a experiência cotidiana não era tão emocionante quanto a demonstração.