Consolidando ainda mais suas ações, que já são as mais negociadas de Wall Street, a Nvidia experimentou um novo boom na Bolsa na quarta-feira (21). Após divulgar um desempenho financeiro melhor que o esperado, suas ações saltaram 10%, elevando a capitalização de mercado da empresa em mais de US$ 129 bilhões. 

O que você precisa saber: 

  • Impulsionada pela Inteligência Artificial (IA), a Nvidia vive uma escalada não apenas em suas ações, mas em sua demanda — já dona de 80% do mercado de chips e unidades de processamento gráfico (GPUs), pedidos continuam a crescer; 
  • Em relatório de resultados financeiros, a empresa divulgou que sua receita total aumentou 265% em 2023 devido às vendas de chips de IA; 
  • Para 2024, ela aposta em um aumento de 233% na receita já no primeiro trimestre;  
  • A big tech prevê que as vendas no próximo trimestre serão de US$ 24 bilhões (R$ 118,47 bilhão), superando as expectativas dos analistas de US$ 22,17 bilhões (R$ 112,05 bilhões); 
  • A subida reforça a proeminência da empresa, que conquistou recentemente o terceiro lugar como empresa mais valiosa dos EUA, ultrapassando Amazon e Alphabet;  
  • A escalada também prova o protagonismo da IA no mercado e como as apostas relacionadas a tecnologia se tornaram centrais para os investidores; 
  • As ações de outras empresas relacionadas à IA também saltaram; 
  • Junto a outros fornecedores de hardware ligados à computação de IA, a Nvidia adicionou US$ 160 bilhões ao valor combinado do mercado de ações. 

Leia mais! 

O mercado estava preparado para vender as notícias após os lucros da Nvidia, dadas as expectativas altíssimas e a deterioração das condições macroeconômicas. No entanto, mais uma vez, a empresa não deixou dúvidas de que o boom da IA é muito mais do que apenas uma narrativa do mercado de ações, mas sim, a aposta mais significativa das corporações em todo o mundo agora. 

Thomas Monteiro, analista do Investing.com, à Reuters. 

Apesar do sucesso, no entanto, analistas questionam por quanto tempo a empresa conseguirá manter a valorização e alta demanda. Para Jensen Huang, CEO da Nvidia, no entanto, as condições são excelentes para um crescimento contínuo nos próximos anos. 

publicidade

Recentemente, as ações da empresa também se tornaram as mais negociadas em um único dia em Wall Street, destronando a Tesla, que era dona do recorde desde 2020. Veja aqui!

Valendo atualmente US$ 1,8 trilhão, ficando atrás apenas da Microsoft e Apple, as ações da Nvidia subiram mais de 30% este ano. Há um ano seu valor de mercado era de “apenas” US$ 540 bilhões.