Um ranking criado pelo grupo Lead the Charge, uma coligação global de organizações climáticas, de meio ambiente e direitos humanos, classifica as montadoras de carros com base nos esforços que elas reúnem para eliminar as emissões de carbono, os danos ambientais e as violações dos direitos humanos das suas cadeias de abastecimento.

Leia mais:

Vídeo relacionado

O grupo começou no ano passado a avaliação dessas montadoras com base nos critérios já mencionados, atribuindo pontuações de acordo a quem consegue apresentar melhores iniciativas. A ideia da coligação é que o ranking seja lançado com atualizações a cada ano.

As três primeiras posições são ocupadas por Ford, Mercedes-Benz e Tesla, respectivamente, na classificação atualizada este ano, que conta ao todo com 18 empresas que fabricam automóveis. A Tesla, inclusive, é a montadora que conseguiu o melhor progresso em relação ao ranking de 2023, pulando da nona posição para o top 3.

publicidade

Quem não vai ter muitos motivos para ficar satisfeito com o ranking é a Toyota, que aparece em 15º, tendo descido três posições em relação ao ano anterior.

A montadora japonesa já chegou a ser taxada como uma empresa que não se importa com a produção de carros elétricos, mas se defendeu dizendo que existem outros caminhos para um futuro automotivo com zero carbono.

publicidade

Ainda há muito o que melhorar em alguns aspectos

  • Apesar de bons progressos em geral na emissão das cadeias de abastecimento, o relatório ainda mostra grandes lacunas nas práticas de direitos humanos dos fabricantes de automóveis.
  • Isso fica evidente na questão dos direitos indígenas, onde nenhum progresso foi feito, mesmo por empresas com pontuações mais altas, como a Ford e a Mercedes.
  • Algumas montadoras já se pronunciaram, alegando que é preciso fazer mais para minimizar os danos ambientais e, ao mesmo tempo, proteger os trabalhadores e os povos indígenas.

Clicando aqui, você tem acesso ao ranking completo, onde é possível clicar em cada posição para ter mais informações sobre os avanços da montadora da colocação correspondente.