Dono de um perfil bem peculiar e com tecnologia avançada de Inteligência Artificial (IA), o Verdie é um robozinho criado para cuidar da grama, mantendo o jardim em ordem. Ele foi desenvolvido pela empresa Electric Sheep, dos Estados Unidos.

Ao contrário dos robôs humanóides, Verdie foi projetado para ser mais simples, barato e com capacidades específicas, sendo dono de uma versatilidade tridimensional. Para ensinar o robozinho a manipular diversas ferramentas em ambientes variados e realizar tarefas (que vão além de cortar grama), a equipe por trás da criação utilizou um método de aprendizagem por reforço, além de um modelo baseado em IA chamado ES-1.

Leia também:

Verdie foi inspirado em personagens famosos como WALL-E e R2-D2. Ele tem uma base móvel adaptada para terrenos desafiadores, atuando com velocidade e tendo um perfil de baixo custo.

publicidade

Um robozinho que “aprende fazendo”

A detecção no ambiente é feita principalmente por câmeras, permitindo uma percepção detalhada de onde ele está. Quanto à aprendizagem por reforço, ela é diferente do que é aplicado em humanoides, que aprendem “vendo” as ações humanas para depois imitar.

Basicamente, a técnica permite ao robozinho aprender tarefas complexas através da experimentação. Apesar dos desafios, como a dificuldade em generalizar tarefas aprendidas e definir objetivos no mundo real, a equipe conseguiu adaptar Verdie para executar funções ao ar livre com eficácia.

Ainda em fase de testes, o pequeno robô tem apresentado resultados iniciais promissores. A Electric Sheep também está otimista para um lançamento comercial e em larga escala.