Quando falamos de aeronaves de luxo normalmente pensamos nos famosos jatinhos particulares. Mas também existem versões luxuosas de helicópteros. Um dos modelos mais caros do mundo, por exemplo, foi desenvolvido para o transporte do presidente dos Estados Unidos. Conheça a seguir alguns dos helicópteros de lixo mais caros do mundo.

Leia mais

Vídeo relacionado

Airbus H225 Super Puma

O helicóptero Airbus H225 Super Puma foi desenvolvido para missões em plataformas de petróleo, busca e salvamento e combate a incêndio. No entanto, também pode ser adaptado para o transporte civil.

Segundo a Airbus, a versão executiva do modelo é usada principalmente por chefes de Estado e grandes corporações. A aeronave tem capacidade para 19 passageiros, 5,4 toneladas de carga e autonomia de voo de cinco horas e 40 minutos, com velocidade máxima de 324 km/h.

publicidade

Na versão executiva, o helicóptero pode ser configurado com lounges na frente e atrás, cozinha e banheiros. O valor dele é de US$ 27 milhões (R$ 134 milhões).

Airbus H225 Super Puma (Imagem: reprodução/Airbus)

AgustaWestland AW101

Ao custo de US$ 21 milhões (R$ 100 milhões), o AW101 é um helicóptero capaz de realizar desde operações de guerra até o transporte executivo. Em sua capacidade máxima, pode transportar até 25 passageiros.

publicidade

A aeronave tem autonomia de voo de 1.400 quilômetros e velocidade máxima de 277 km/h. Ele pode voar por até seis horas e 50 minutos.

Na parte interna, o AW101 mede 2,49 metros de largura com 1,83 metro de altura. Na versão executiva, é equipado com poltronas de luxo, estações de trabalho e sistemas de comunicação via satélite.

publicidade
AW101 (Imagem: divulgação/AgustaWestland)

Sikorsky S-92

  • Fabricado pela norte-americana Lockheed Martin, o helicóptero é utilizado por 12 países para o transporte de chefes de Estado, incluindo o presidente dos Estados Unidos.
  • Quando está em atividade presidencial, ele recebe a denominação de Marine One.
  • Além da versão executiva, o Sikorsky S-92 também pode ser utilizado para missões humanitárias, de resgate e operações em plataformas de petróleo.
  • O modelo tem capacidade para 19 passageiros.
  • Segundo a Lockheed Martin, já foram entregues mais de 300 unidades do modelo, que realizaram mais de 1,5 milhão de horas de voo.
  • O valor da aeronave é de US$ 18 milhões (R$ 89 milhões).

Bell 525 Relentless

Primeiro helicóptero para uso comercial a usar o sistema de controle de voo computadorizado fly-by-wire, o modelo tem capacidade para até 16 passageiros, alcance máximo de 1.037 km e velocidade máxima de 296 km/h.

As versões mais luxuosas podem ter capacidade para apenas sete ou oito passageiros, com poltronas mais amplas e giratórias, mesas de trabalho e de refeições. Também pode ser utilizado para missões de resgate, ambulância aérea ou operações em plataformas de petróleo.

O valor deste luxuoso helicóptero é de US$ 15 milhões (R$ 75 milhões). As informações são do UOL.

Bell 525 Relentless (Imagem: divulgação/Bell Flight)

Sikorsky S-76

Por fim, mas não menos deslumbrante aparece o Sikorsky S-76. Desenvolvido em 1977, ele já realizou mais de 7 milhões de horas de voo.

Segundo a Lockheed Martin, mais de 130 clientes operam o helicóptero na versão executiva e dez países adotam o modelo para transporte de chefes de Estado. No total, já foram fabricadas mais de 850 unidades do modelo.

A maior utilização, no entanto, é voltada a operações mais complexas. Missões em plataformas de petróleo correspondem a 65% do total de horas de voo de toda a frota do modelo, enquanto 10% são operações de busca e salvamento ou como ambulância aérea.

O valor deste modelo giro em torno dos US$ 13 milhões (R$ 65 milhões).

Sikorsky S-76 (Imagem: divulgação/Lockheed Martin)