Após a Câmara dos Deputados dos Estados Unidos aprovar um projeto de lei que pode banir o TikTok do país, o CEO da rede social, Shou Chew, recorreu aos 170 milhões de usuários do aplicativo nos EUA. Num vídeo, publicado no perfil da rede social, o executivo diz para eles defenderem seus direitos constitucionais e se manifestarem.

Para quem tem pressa:

  • Após aprovação na Câmara dos Deputados dos EUA de um projeto de lei que pode banir o TikTok, o CEO Shou Chew apela aos 170 milhões de usuários estadunidenses do aplicativo para defenderem seus direitos constitucionais;
  • A legislação teve apoio bipartidário (democrata e republicano) e, segundo o texto, visa proteger usuários estadunidenses contra apps controlados por “adversários estrangeiros”. Agora, segue para o Senado. Depois, precisa da sanção do presidente Joe Biden, que já sinalizou apoio;
  • Chew incentiva usuários a se manifestarem aos senadores, numa tentativa de evitar que o TikTok seja banido ou forçado a mudar de propriedade nos EUA. Em vídeo publicado na rede social, o executivo destaca a importância da voz popular e dos direitos constitucionais;
  • O vídeo de Chew no TikTok viralizou, passando das 20 milhões de visualizações e três milhões de curtidas em menos de 15 horas. A Casa Branca espera que o Senado avance rapidamente com o projeto.
tiktok
(Imagem: salarko/Shutterstock)

A proposta legislativa – conhecida como “Projeto de Lei do TikTok” ou “Lei de Proteção dos Americanos Contra Aplicativos Controlados por Adversários Estrangeiros” – recebeu votação bipartidária (democrata e republicana) maciça: foram 352 votos a favor e 65 contra. Agora, vai para o Senado. Depois, ainda precisa de sanção do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden (que disse que assinaria a lei).

Leia mais:

Banimento do TikTok (?)

Pessoa segurando celular enquanto o aplicativo do TikTok abre
(Imagem: phBodrova/Shutterstock)

O potencial de banimento vem de uma imposição do projeto: ou a rede social, atualmente controlada pela chinesa ByteDance, muda de dono nos Estados Unidos ou terá que deixar o país. Em resposta à situação, Chew fez um apelo aos usuários do TikTok para que se expressassem junto aos senadores, enfatizando a proteção dos direitos constitucionais e a importância da voz popular.

publicidade

O vídeo de Chew no TikTok viralizou, passando das 20 milhões de visualizações, três milhões de curtidas e cerca de 100 mil comentários em menos de 14 horas. Nos comentários, prevalece o apoio ao executivo e ao aplicativo, com usuários expressando confiança no CEO e destacando o TikTok como uma plataforma de confiança e segurança para sua comunidade.

A Casa Branca expressou expectativa de que o Senado proceda rapidamente com o projeto de lei. A Secretária de Imprensa da Casa Branca, Karine Jean-Pierre, reiterou a importância do projeto para a segurança nacional e a proteção de informações pessoais dos estadunidenses contra manipulações estrangeiras.