O investimento da BYD no Brasil vai aumentar substancialmente. A empresa chinesa afirmou que o valor vai passar de R$ 3 bilhões para R$ 5,5 bilhões, um crescimento de 83% em relação ao que havia sido anunciado inicialmente. No entanto, a montadora não informou como será empregado este valor adicional de investimento.

Leia mais

Vídeo relacionado

Primeira fábrica da BYD no Brasil será construída em antigo complexo da Ford em Camaçari (Imagem: divulgação/BYD)

BYD ainda vai construir prédios para funcionários da fábrica

O anúncio do aumento nos investimentos no Brasil foi feito nesta segunda-feira (18), durante evento realizado na fábrica da marca em Camaçari (BA).

Nos últimos 30 anos, pouco foi investido no setor automotivo no Brasil. Mas a chegada da BYD mexeu com o mercado e agora várias outras montadoras estão anunciando investimentos para o longo prazo. Importante ressaltar que os nossos R$ 5,5 bilhões serão investidos num curto espaço de tempo. Nós queremos acelerar as obras para logo ter os primeiros carros produzidos na Bahia.

Stella Li, CEO da BYD das Américas

A montadora chinesa também informou que irá construir cinco prédios residenciais destinados para os funcionários da fábrica. As moradias ficarão a 3,5 km de distância do complexo, em uma área de aproximadamente 81 mil metros quadros, e terão a capacidade para abrigar 4.230 pessoas.

publicidade

Segundo a empresa, a fábrica terá potencial para revolucionar a indústria de carros elétricos em território brasileiro. O espaço será o maior polo industrial da BYD fora da China. Ainda de acordo com a companhia, o novo complexo vai gerar cinco mil empregos.

A expectativa é que a produção de veículos no local comece entre o fim de 2024 e o início de 2025. A capacidade instalada será próxima de 150 mil carros por ano durante a primeira fase de implantação, podendo chegar a 300 mil veículos em uma segunda etapa.

publicidade

Inicialmente, quatro modelos sairão das linhas de montagem. São eles, os elétricos Dolphin Mini, Dolphin e Yuan Plus, além do SUV híbrido Song Plus. As informações são do Autoesporte.

BYD Dolphin Mini
BYD Dolphin Mini será um dos modelos produzidos no Brasil (Imagem: BYD/divulgação)

Peças também serão produzidas no Brasil

  • Recentemente, a BYD informou que também vai produzir no complexo, localizado em Camaçari, na Bahia, componentes para ampliar o estoque de reposição.
  • A decisão foi tomada em razão de algumas reclamações de proprietários de veículos da montadora chinesa que dizem que as peças levam até três meses para serem entregues.
  • A empresa já é a 10ª marca de carro com mais modelos vendidos no Brasil.
  • Só nos primeiros dois meses de 2024, a montadora já garantiu metade de seus emplacamentos do ano anterior: foram 8.726 unidades, sendo 4.299 delas em janeiro e 4.429 em fevereiro.
  • Com estes números, a BYD já fica à frente de Caoa Chery, Ford, Ram, Peugeot e Citroën, por exemplo.