A passagem de um meteoro bólido no Rio Grande do Sul rendeu imagens incríveis em um registro divulgado pelo Observatório Espacial Heller & Jung. De acordo com as informações, o bólido foi visto na madrugada desta terça-feira (26), às 0h57, no sul do estado.

Segundo o observatório, o meteoro bólido estava sobre o mar a uma distância de 633 quilômetros de distância da costa. O objeto ingressou na atmosfera a uma altitude de 99 Km.

publicidade

O que você precisa saber?

  • Meteoro bólido foi visto no Rio Grande do Sul;
  • Vídeo mostra objeto explodindo;
  • Passagem foi a 633 Km de distância da costa.

Ainda de acordo com as informações divulgadas pelo observatório, o bólido explodiu durante a passagem, momento captado pelo vídeo. “A magnitude foi de -9 sendo muito elevada. É possível ver as nuvens serem iluminadas a 633 quilômetros de distância”, disse a instituição.

publicidade

Veja o meteoro explodindo no Rio Grande do Sul

O que é um meteoro bólido?

Eventualmente, temos notícias sobre o surgimento de fenômenos luminosos rasgando os céus pelo mundo. Esses eventos são chamados muitas vezes de meteoros, outras vezes de asteroides ou de cometas. No entanto, esses nomes designam coisas diferentes.

No caso dos meteoros, quando uma rocha espacial (meteoroide) atinge a atmosfera da Terra a altíssimas velocidades, mesmo fragmentos tão pequenos quanto um grão de areia são capazes de aquecer instantaneamente os gases atmosféricos, gerando um fenômeno luminoso, que é o que os astrônomos classificam como meteoro. 

publicidade
Passagem do superbólido por Aracaju (SE), na noite de 27 de fevereiro de 2024. Crédito: Climaju

“Assim, os meteoros são apenas esses eventos luminosos, nada mais. Meteoro não é sólido, não é líquido nem gasoso, é apenas luz”, explica o colunista do Olhar Digital Marcelo Zurita, presidente da Associação Paraibana de Astronomia (APA), membro da Sociedade Astronômica Brasileira (SAB), diretor técnico da  Rede Brasileira de Observação de Meteoros (BRAMON) e coordenador regional (Nordeste) do Asteroid Day Brasil. “Popularmente, também são chamados de estrelas cadentes”.

Leia mais:

publicidade

A depender de sua intensidade e comportamento, um meteoro pode ser classificado como um fireball (bola de fogo) ou um bólido. Enquanto o primeiro, como o próprio nome indica, é uma esfera grande e brilhante; o segundo, também muito luminoso, deixa uma trilha ionizada duradoura, explodindo no final. 

De qualquer forma, eles são inofensivos. Na maioria das vezes, o meteoroide é completamente vaporizado durante sua passagem pela atmosfera. Dependendo de determinadas condições, como tamanho, composição e ângulo de entrada, pequenas partes da rocha espacial podem resistir ao processo, deixando fragmentos em solo, que são chamados de meteoritos.