A Waymo está emitindo recall voluntário de software depois que um de seus veículos sem motorista colidiu com um poste telefônico em Phoenix, Arizona (EUA), no mês passado, disse a empresa.

O veículo foi danificado, mas nenhum passageiro ou pedestre ficou ferido no incidente. É o segundo recall de software da Waymo, que já havia feito um em fevereiro, quando dois de seus robotáxis colidiram com uma mesma caminhonete que estava sendo rebocada.

publicidade

“Este é nosso segundo recall voluntário”, disse Katherine Barna, porta-voz da Waymo, ao TechCrunch. “Isso reflete a seriedade com que levamos nossa responsabilidade de implantar nossa tecnologia com segurança e de nos comunicarmos de forma transparente com o público.”

A empresa de robotáxis vem adotando abordagem proativa e transparente em meio ao crescente escrutínio dos reguladores e do público.

publicidade

waymo
Waymo é investigada por relatos de acidentes com robotáxis (Imagem: Sundry Photography/Shutterstock)

A Administração Nacional de Segurança no Trânsito Rodoviário (NHTSA) está, atualmente, investigando o software de veículo autônomo da Waymo após receber 31 relatos de acidentes com robotáxis ou possíveis violações das leis de segurança no trânsito.

publicidade

A NHTSA confirmou ao TechCrunch que recebeu os documentos de recall da Waymo e os está processando para publicação em seu site.

Acidente com veículo da Waymo em Phoenix motivou recall

  • A reportagem diz que o Waymo estava dirigindo para pegar um passageiro por um beco que em ambos os lados possuem postes telefônicos de madeira que estavam no nível da estrada e cercados por linhas amarelas para definir o caminho para os veículos;
  • O Waymo diminuiu a velocidade para parar e bateu em um poste a velocidade de 13 km/h;
  • A passageira disse para a imprensa local que o Waymo – que teria sido sua primeira viagem – nunca concluiu o trajeto para buscá-la.
waymo
Waymo tem adotado postura transparente após acidente no Arizona e novo recall (Imagem: Camilo Concha/Shutterstock)