Covid-19: médicos do Grupo Fleury e Sírio-Libanês tiram dúvidas online

Instituições de saúde desenvolveram plataforma de teleconferências gratuita; veja como funciona

Victor Pinheiro, editado por Fabiana Rolfini 12/05/2020 15h40
Médico prescrevendo medicamento
A A A

O Grupo Fleury e o Hospital Sírio Libanês inauguraram uma nova plataforma online para esclarecer dúvidas de pacientes acerca da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Médicos voluntários das duas instituições de saúde vão oferecer orientações gratuitas por teleconferências, mediante ao agendamento prévio da conversa.


Inicialmente, o serviço batizado de "Telecorona Solidário" será voltado apenas a moradores da cidade de São Paulo residentes dos bairros Bela Vista, Consolação e República, e que integram a iniciativa "Abrace Seu Bairro". Idealizado pela Sociedade Beneficiente de Senhoras Hospital Sírio-Libanês, o projeto visa desenvolver atividades relacionadas à promoção da saúde e qualidade de vida de famílias nas regiões.

"A teleorientação pode ajudar a evitar superlotação das unidades de atenção básica à saúde do setor público e fornecer informações de qualidade para lidar com situações ligadas à Covid-19 no âmbito individual e familiar", afirmou o diretor executivo de Pessoas e Sustentabilidade do Grupo Fleury, Eduardo Marques, em comunicado à imprensa.

A expectativa é expandir a oferta da plataforma de teleorientação para a população de outros bairros em etapas posteriores do projeto.

Como funciona?

Para marcar uma sessão, os moradores das comunidades assistidas devem efetuar um cadastro no site do Grupo Fleury e solicitar o agendamento da conversa com um dos médicos voluntários apresentados na plataforma. Cada teleconferência obedece o limite máximo de até 15 minutos de duração.

O usuário, em seguida, recebe uma mensagem SMS com a confirmação do agendamento e um link único para acesso na data programada. As instituições de saúde ressaltam que as conversas são voltadas apenas a esclarecer dúvidas sobre a Covid-19. Não serão realizadas teleconsultas por meio da ferramenta. O serviço funcionará de segunda a sexta-feira, das 8 às 20 horas.

Reprodução

Outras iniciativas

A plataforma do Grupo Fleury e do Hospital Sírio Libanês é mais uma de várias iniciativas que se apropriam da tecnologia para aprimorar o acesso da população a informações sobre o novo coronavírus.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) mantém um canal no Whatsapp que difunde orientações oficiais do órgão acerca da pandemia de Covid-19. Disponível em português, o recurso trata, inclusive, de desmentir notícias falsas relacionadas à doença. Em São Paulo, o Governo do Estado oferece uma opção bastante similar, o SP Pergunta. A ferramenta também contempla canais no Facebook, Instagram, Twitter, Youtube e TikTok.


Confira em tempo real a COVID-19 no Brasil:



coronavirus covid19
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você