Segurança

Logo Xbox

Contratados da Microsoft ouviam gravações do Xbox

Luiz Nogueira, editado por Rafael Rigues 22/08/2019 09h12
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Fontes anônimas afirmam que, assim como Apple, Google e Amazon, a empresa pagava para que pessoas ouvissem áudio capturado pelo Kinect do Xbox

Após denúncias de que a Apple pagava funcionários para ouvirem as gravações feitas pela Siri e o Facebook para que conversas de áudio fossem ouvidas e transcritas, é a vez de outra empresa ser acusada da mesma prática: a Microsoft.  


Segundo investigação da Vice, a Microsoft contratou funcionários para que as mensagens capturadas pelo Kinect do Xbox fossem ouvidas. Segundo a empresa, essas mensagens foram utilizadas para "melhorar os produtos".

Segundo um ex-contratado para o serviço, e que pediu anonimato, o áudio deveria ser capturado após comandos como "Xbox" ou "Ei Cortana", mas foi informado que às vezes as gravações eram acionadas por engano e gravavam tudo o que se passava no ambiente.

A notícia é a mais recente de uma série de revelações que mostram que contratados que trabalham em nome da Microsoft ouvem o áudio capturado por vários produtos. Anteriormente, foi descoberto que pessoas estavam ouvindo chamadas do Skype, bem como áudios gravados pela Cortana, assistente virtual da Microsoft.

A fonte disse que eles trabalharam nos arquivos de voz capturados pelo Xbox de 2014 a 2015, antes da Cortana ser implementada no console em 2016. "Essa pausa no serviço de escuta das gravações foi bem-vinda. Escutávamos frequentemente sobre os mesmos jogos e DLCs. Os mesmos tipos de comando, como 'Xbox me dá todos os jogos de graça' ou qualquer outra coisa como 'novo pacote de skins de Minecraft'". Segundo apurações, os contratados para este serviço recebiam US$ 10 (aproximadamente R$ 40) por hora pelo seu trabalho.

Ao ser questionada sobre o assunto, a Microsoft declarou que atualizou suas políticas de privacidade para dizer mais explicitamente que humanos podem ouvir as gravações obtidas caso necessário. A atual política de privacidade da empresa diz: "Nosso processamento de dados pessoais para esses fins inclui métodos de processamento automatizados e manuais (humanos)".

A empresa ainda tranquilizou os consumidores dizendo que "Paramos de revisar qualquer conteúdo de voz obtido através do Xbox para fins de aprimoramento de produtos há alguns meses, já que não sentíamos que era necessário, e não temos planos de voltar com as revisões", disse um porta-voz. "Ocasionalmente, revisamos um baixo volume de gravações de voz enviadas de um usuário do Xbox para outro quando há relatos de que uma gravação violou nossos termos de serviço e precisamos investigar isso. Fazemos isso para que a comunidade do Xbox permaneça segura", acrescentou.

Mesmo após as declarações da empresa, quem não se sentir seguro quanto à privacidade de suas gravações pode acessar uma página onde pode excluir o áudio capturado pelos produtos da Microsoft.

Via: Vice

Segurança Microsoft Skype Áudio Xbox Kinect privacidade cortana
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você