Tesla

5 promessas da Tesla para o ano de 2020

Guilherme Preta, editado por Daniel Junqueira 30/12/2019 11h12
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Além de novos modelos de carros, planos da Tesla envolvem nova bateria e uma loja online para o próximo ano

O ano de 2019 foi de muito sucesso para a Tesla. Isso foi atingido graças ao aumento significativo na produção e novos lançamentos, como a picape elétrica Cybertruck.


Em 2020, a empresa planeja continuar com novos lançamentos para se manter no topo. Veja abaixo cinco promessas da Tesla para o ano de 2020.

1. Tesla Model Y

O Model Y deve ser o carro chefe de 2020. O elétrico, revelado em março, tem a produção pretendida pela Tesla para o início do próximo ano, o que levaria a marca já possuir um volume considerável para vendas no meio do ano.

No anúncio, o veículo sofreu com críticas mistas. Alguns afirmaram que não passava de um Model 3 um pouco maior. Os SUVs compactos vêm ganhando espaço, e diversas montadoras já lançaram modelos elétricos para a categoria.

Recentemente, a Tesla pediu aos fornecedores que acelerem entregas parciais do modelo. O Model Y chega ao mercado custando a partir de US$ 48 mil, algo em torno de R$ 194 mil em conversão direta.

-> Tesla S, 3, X, Y e mais: conheça todos os veículos da montadora

2. Atualização do Model S e o trem de força Plaid

As primeiras vezes que se falou em uma atualização do interior do Model S e do Model X foi ainda em 2018. Porém, a Tesla se concentrou em outros modelos e acabou adiando o projeto. Porém, acredita-se que essa mudança ainda esteja nos planos da empresa.

Outra atualização que deve aparecer no próximo ano é no trem de força, com a introdução do tri-motor "Plaid". O novo interior e a nova opção "Plaid" de alto desempenho devem chegar ao mercado no inverno de 2020.

3. Tesla Semi

Apresentado ainda em 2017, o caminhão pesado Tesla Semi foi anunciado ainda para 2019. Desde então, a empresa atrasou o lançamento, mesmo com milhares de reservas. No início do ano, a Tesla disse planejar a produção de “volumes limitados” em 2020.

Elon Musk, CEO da montadora, disse que a meta é fabricar 100 mil unidades do caminhão por ano. As versões do Tesla Semi de 300 e 500 milhas vão custar US$ 150 mil (R$ 605 mil, em conversão direta) e US$ 180 mil (R$ 726 mil, em conversão direta).

4. Nova bateria

No início do ano, Musk afirmou que a Tesla tem uma nova bateria chegando no próximo ano e que  pode durar por um milhão de milhas. Tudo indica que a montadora pretende não apenas desenvolver uma nova química de bateria para os fabricantes construírem, mas também produzir ela mesma as novas baterias.

No último ano, a Tesla comprou diversas empresas com experiência na construção de baterias. Além disso, funcionários já confirmaram que a empresa vai fabricar suas próprias baterias para celulares. Os anúncios oficiais podem acontecer no início de 2020, durante o “Dia do investidor em baterias e transmissões elétricas”.

5. Tesla App Store

Embora não tenha feito nenhum anúncio oficial, espera-se que a Tesla esteja produzindo uma plataforma parecida com a App Store, para que os desenvolvedores lancem aplicativos e jogos voltados especialmente para os veículos da montadora. Desde o lançamento do Model S, em 2012, a empresa fala sobre um lançamento de um kit de desenvolvimento de softwares para seus carros.

Desde então, a Tesla criou uma API não oficial, que permite alguns aplicativos básicos de terceiros. Em 2019, Musk disse que a montadora pode abrir uma plataforma para aplicativos e jogos à medida que a frota cresce.

Via: Electrek


Bateria app store Tesla elon musk carros elétricos tesla model 3 tesla model s tesla model y
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você